piemonte fm

domingo, 20 de março de 2016

Mulher é morta a tiros por ex; atual companheiro e mãe se ferem e cunhado dele morre

Crime aconteceu na noite desse sábado, em Pedra Lavrada e teria motivação passional, segundo a polícia; suspeito continua foragido

Polícia | Em 20/03/16 às 11h58, atualizado em 20/03/16 às 17h25 | Por Redação
Divulgação
Hospital de Trauma de Campina Grande
Uma mulher de 30 anos foi assassinada a tiros pelo ex-marido, na noite desse sábado (19), em Pedra Lavrada (Borborema do estado, a 237 km de João Pessoa). O crime aconteceu por volta das 21h30, em um sítio onde moram familiares do atual companheiro da vítima. Ele, a mãe e um cunhado também foram feridos pelo suspeito. Este último teve morte confirmada pela polícia na tarde deste domingo (20) após internação hospitalar.



Segundo informações da Polícia Civil em Picuí, o crime teve motivação passional, uma vez que o suspeito não aceitava o novo relacionamento da ex-esposa. A mulher morava com o novo companheiro em Picuí e tinha ido a Pedra Lavrada para visitar os familiares dele.

O ex-marido soube da presença da mulher no sítio e ficou de tocaia nas proximidades da casa, esperando que algum morador se distraísse e deixasse a porta aberta. A oportunidade surgiu quando um adolescente saiu para urinar na área externa da casa e deixou a porta entreaberta.

Conforme a Polícia Civil, com base no relato das vítimas, o suspeito já entrou na casa atirando. A mulher foi atingida por três tiros na cabeça e morreu na hora. O atual companheiro dela foi ferido por dois disparos na região do tórax. A mãe dele foi atingida em uma das mãos e um cunhado também foi baleado. Este e o atual companheiro foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande. A polícia civil, a partir de contato com a unidade de saúde, confirmou a morte do cunhado, que tinha um relacionamento com a irmã do atual companheiro da mulher morta. Este, por sua vez, de acordo com os policiais, não corria risco de morte. A mãe dele também não correr risco e foi atendida em Pedra Lavrada.

O suspeito fugiu e, até a tarde deste domingo, a polícia não tinha pistas do paradeiro dele. Ele e a mulher morta tiveram dois filhos. As crianças não presenciaram o crime, pois, de acordo com a polícia, estavam morando com o pai. A polícia da região segue mobilizada nas buscas pelo suspeito. 

Texto modificado às 17h23 para atualizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário