quinta-feira, 28 de junho de 2018

Programação completa do Caminhos do Frio 2018 é divulgada, no Brejo da Paraíba


Rota cultural tem shows de Jorge Vercillo, Santanna, Cezzinha, Waldonys, Cavaleiros do Forró, Niedson Lua, Os Gonzagas e Nathalia Bellar.

Por G1 PB
 
Jorge Vercillo é atração do Caminhos do Frio em Remígio (Foto: Gabriela Alcântara/G1)Jorge Vercillo é atração do Caminhos do Frio em Remígio (Foto: Gabriela Alcântara/G1)
Jorge Vercillo é atração do Caminhos do Frio em Remígio (Foto: Gabriela Alcântara/G1)
A programação da Rota Cultural Caminhos do Frio 2018 foi divulgada nesta quinta-feira (28), com shows de Jorge Vercillo, Santanna, Cezzinha, Waldonys, Cavaleiros do Forró, Niedson Lua, Os Gonzagas e Nathalia Bellar. O roteiro passa pelas cidades de Areia, Pilões, Matinhas, Solânea, Serraria, Bananeiras, Remígio, Alagoa Nova e Alagoa Grande, de 2 de julho a 2 de setembro.
Além das atrações musicais, o Caminhos do Frio conta com atrações populares, oficinas culturais, festival gastronômico e turismo de aventura na região do Brejo da Paraíba. A programação completa vai ser divulgada ainda nesta quinta-feira no site da Rota Cultural Caminhos do Frio.
O Caminhos do Frio 2018 começa em Areia, de 2 a 8 de julho, com o tema “Frio, Cachaça e Arte”. Entre as atrações, estão Os Três do Nordeste e Gegê Bismarck. A programação também conta com oficina de cachaça, com degustação das cachaças do Brejo.
Waldonys é atração em Pilões (Foto: V Martins/Divulgação)Waldonys é atração em Pilões (Foto: V Martins/Divulgação)
Waldonys é atração em Pilões (Foto: V Martins/Divulgação)
Em seguida, a rota segue para Pilões, de 9 a 15 de julho, cujo tema é “Flores, Cultura e Arte”. A cidade tem shows de Os 3 do Xamego e Waldonys, além de caminhadas ecológicas com visitações à Cachoeira de Ouricuri, Cachoeira da Manga, Floricultura, Pedra do Espinho e Memorial Casa de Farinha.
Em Matinhas, o tema é "Laranja, Arte e Cultura" e a programação vai de 16 a 22 de julho. A programação tem visita a laranjal, encontro de citricultores, oficina de gastronomia a partir da tangerina e shows de Tinho e Banda e Jeito Nordestino.
A próxima parada é em Solânea, de 23 a 29 de julho. O tema da cidade é "Fé, Arte e Cultura" e tem shows de Gegê Bismarck e Maike José, além de oficinas de cinema, teatro e dança.
A rota continua em Serraria, de 30 de julho a 5 de agosto, com o tema "Natureza, Seresta e Engenhos". Entre as atrações musicais, estão a integrante do The Voice Kids Ranna Andrade, a banda Cavaleiros do Forró e a ex-integrante de Mastruz com Leite, Bety Nascimento. Ainda tem trilha ecológica e oficinas culturais.
Santanna faz show em Bananeiras, no Caminhos do Frio (Foto: Rondinelle de Paula/Arraiá de Cumpade)Santanna faz show em Bananeiras, no Caminhos do Frio (Foto: Rondinelle de Paula/Arraiá de Cumpade)
Santanna faz show em Bananeiras, no Caminhos do Frio (Foto: Rondinelle de Paula/Arraiá de Cumpade)
De 6 a 12 de agosto, Bananeiras sedia o Caminhos do Frio, com o tema "Aventura e Arte na Serra". O município tem shows de Santanna, Tuareg's, Hijack e Eloísa Olinto. Entre as atividades de aventura, estão trilhas ecológicas, skate session, trilha 4x4 e pedal do frio.
Remígio tem programação de 13 a 19 de agosto, sob o tema "Cultura e Agroecologia na Serra". No fim de semana, vai ter shows de Jorge Vercillo, com a turnê "A Experiência", e Os Gonzagas. A cidade também conta com feirinhas agroecológicas e visita à produção de algodão agroecológico no Assentamento Queimadas.
Cezzinha faz show em Alagoa Nova (Foto: Edson Fernandes/Secom)Cezzinha faz show em Alagoa Nova (Foto: Edson Fernandes/Secom)
Cezzinha faz show em Alagoa Nova (Foto: Edson Fernandes/Secom)
Logo depois, a rota vai para Alagoa Nova, com o tema "Galinha, Cachaça e Arte na Praça". De 20 a 26 de agosto, a cidade tem shows de Cezzinha, Nathalia Bellar, Os Fulano e MeioFree.
A última cidade é Alagoa Grande, com programação de 7 de agosto a 2 de setembro. O tema é "Rota Cultural Jackson do Pandeiro". O encerramento da rota tem shows de Niedson Lua e Rota Musical, além de atividades de aventura como ecopedal, caminhada ecológica, corrida de pedestres e cavalgada.

Justiça Federal determina que UFCG divulgue novo edital para o Sisu 2018.2

Por G1 PB
 

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG)Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG)
Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG)
A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) deu um prazo de 15 dias à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) para que divulgue um novo edital abrindo mais vagas para pessoas com deficiência, nos cursos de graduação do período 2018.2. O prazo vale a partir da notificação das partes e se aplica ao resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A liminar foi do juiz federal da 4ª Vara Federal de Campina Grande, Vinicius Costa Vidor, mas não impede o início das aulas.
O presidente da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), Antônio José, disse que a UFCG ainda não foi notificada da decisão e destacou que a Universidade não tem autonomia para aumentar o número de vagas, pois apenas cumpre o percentual que é indicado pelo Ministério da Educação (MEC) para as vagas do Sisu.
Na decisão, o juiz observou que o percentual de vagas destinadas aos cotistas deficientes não obedecia à legislação em vigor. Segundo o juiz, a UFCG reservou 4,89% das vagas para pessoas com deficiência, quando, na verdade, deveria fixar um percentual de, pelo menos, 13,85%, obedecendo à proporção de deficientes sobre a população geral da unidade da Federação onde está instalada a instituição, de acordo com dados do IBGE.
O percentual mínimo de vagas a ser reservado à pessoa com deficiência é definido por lei, sendo ilegal qualquer redução. Apesar de ser considerado ilegal, a decisão não deve levar à suspensão total da seleção ou mesmo impedir o início da atividade letiva dos estudantes já aprovados. Assim, os alunos já aprovados e matriculados não serão prejudicados.
A decisão impõe, ainda, que a União “adote as providências necessárias à reabertura do sistema eletrônico de oferecimento de vagas (SiSU) para fins de inscrição dos candidatos portadores de deficiência às vagas extraordinárias a serem ofertadas pela UFCG”.
Depois de notificada, a UFCG terá 30 dias para concluir o novo processo seletivo, oportunizando o ingresso regular dos candidatos portadores de deficiência no correspondente semestre letivo. Caso não cumpra a decisão, a UFCG fica sujeita a multa de R$ 500 mil.