quinta-feira, 24 de abril de 2014

Campinense se isola na liderança após golear Atlético-PB fora de casa

Rubro-Negro vence por 4 a 1, no Estádio Perpetão, e chega aos 21 pontos na tabela

Por Cajazeiras, PB
20 comentários
campinense x atlético-pb (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)Campinense dominou o jogo contra o Atlético na casa do rival (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)
Com um primeiro tempo arrasador, o Campinense goleou o Atlético por 4 a 1 nesta quarta-feira, em pleno Estádio Perpetão, em Cajazeiras, pela 11ª rodada e disparou na liderança da segunda fase do Campeonato Paraibano. 
A Raposa construiu a vitória na etapa inicial, com gols de William, Leonardo Cipriano e Wanderley. No segundo tempo, Thiago Ferreira fez mais um. O Trovão Azul ainda conseguiu marcar o gol de honra com Júnior Mineiro, nos acréscimos.
Com o resultado e beneficiado com a derrota do Sousa para o Treze, o time rubro-negro se isolou na liderança com 21 pontos, três a mais que o Sousa. Por sua vez, o Trovão azul caiu para quinta colocação, com 14 pontos.
Na próxima rodada, o Campinense recebe a visita do CSP, domingo, no Estádio Amigão. Já o Atlético enfrenta o Santa Cruz, no Perpetão.
Arrasador, Campinense faz 3 a 0 no primeiro tempo
Mesmo jogando fora de casa contra um Atlético ferido, o Campinense iniciou a partida de forma arrasador. Tanto é que, logo aos cinco minutos, Badé cobrou falta na área e William meteu a cabeça para abrir o placar.
O time atleticano, que vinha de derrota para o CSP, tentou esboçar uma reação em seguida. Cleiton Cearense tocou para Téo, mas o atacante chutou sem perigo.

campinense x atlético-pb (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)Atlético foi dominado dentro de casa pelo time rubro-negro (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)

Melhor em campo, a Raposa partiu em busca do segundo gol. E ele veio aos 35 minutos. Após saída de bola, o zagueiro Edson Veneno lança para Wanderley. O atacante ganha de dois zagueiros na corrida e toca na saída do goleiro Léo para ampliar o marcador. Campinense 2 a 0 Atlético.
Animado, o time raposeiro chegou ao terceiro gol no finalzinho do primeiro tempo. Em cobrança de falta, o lateral Badé lançou na área do Atlético e o atacante Leonardo Cipriano, que entrara em lugar de Rodrigo Dantas, lesionado, desviou a bola de cabeça para as rendes. O gol foi uma ducha fria para a torcida do Trovão, que vaiou o time na saída para o intervalo.
Raposa não dá chances ao Atlético e marca mais um
O Campinense voltou para o segundo tempo disposto a não dar nenhuma chance ao Atlético. E foi o que aconteceu. Assim como na etapa anterior, o time partiu para o ataque e Leonardo Cipriano quase marca o quarto gol. O atacante chutou forte, mas Léo fez grande defesa.
Atordoado, o time atleticano tentou reagir. Cleiton Cearense cobrou falta na área do Campinense, mas a bola ficou com o goleiro Rodrigão, aos 17 minutos.
campinense vence atlético-pb (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)Raposa comemora liderança absoluta (Foto: Ângelo Lima / GloboEsporte.com/pb)
A Raposa tinha o domínio do jogo. Em boa jogada da direita, Zé Leandro tocou para Wanderley. O atacante dominou e chutou rasteiro, levando perigo ao gol atleticano. Só que aos 40 minutos, o time conseguiu transformar o jogo em goleada. Após boa jogada de Valdo, que entrou em lugar de Wanderley, o meia Thiago Ferreira recebeu e tocou para dentro do gol de Bel, aos 40 minutos.
A Atlético ainda teve forças para marcar o seu gol de honra nos acréscimo, com o atacante Júnior Mineiro. Foi a segunda derrota seguida de Reginaldo Sousa no comando do Trovão Azul, que se complica na tabela de classificação.

Homem é assassinado com três tiros na cidade de Sapé


IMG_20140423_WA0006O crime aconteceu por volta das 18:40h desta quarta-feira (23), na Rua Comendador Renato Ribeiro Coutinho, mais precisamente em frente à Mercearia do seu Brocha.
A Polícia Militar foi acionada, mas no local impera a lei do silêncio e ninguém dá nenhum tipo de informação à polícia, que possa levar ao assassino.
Josinaldo Rodrigues do Nasciemento,  22 anos de idade, e mais conhecido como “Pirralho”, foi morto quando caminhava pelo bairro Rua Nova. Dois homens teriam se aproximado numa moto e efetuado vários disparos, atingindo a vítima com dois tiros na cabeça e um no peito.

Daniella descarta aliança com PSDB, contraria boatos nacionais e diz que irmão nunca conversou com Cássio


Daniella descarta aliança com PSDB, contraria boatos nacionais e diz que irmão nunca conversou com Cássio
 A deputada Daniela Ribeiro (PP) minimizou a falta de compromisso do PP ao não cumprir o prazo estipulado para indicar um candidato aos outros partidos do “Blocão”. Na manhã de hoje, durante entrevista ao “Correio da Manhã”, Daniella disse que acredita no blocão (PP, PT e PSC) e descartou qualquer aliança com o PSDB que tem como pré-candidato o senador Cássio Cunha Lima.

A deputada disse que o ex-ministro das Cidades, o deputado Aguinaldo Ribeiro estava muito ocupado finalizando o trabalho junto ao Ministério e que só agora, após a entrega do cargo do ministro e viagem  de descanso o PP irá analisar o cenário e anunciar a decisão. Ela garantiu que Cássio nunca conversou com Agnaldo sobre a indicação do deputado do PP para a vaga de Senado na chapa majoritária dos tucanos. Um suposto acordo firmado entre os dois, não foi confirmado pela deputada.

O ex-ministro Aguinaldo Ribeiro deverá ser apenas candidato a deputado federal, mas especula-se que o pai, o ex-deputado Enivaldo Ribeiro, deverá ser candidato a suplente de senador na chapa de Santiago.

A ruptura do “Blocão” foi negada por Daniella. Ela disse que os primeiros entendimentos devem ser junto ao grupo formado pelo PT, PP e PSC. A deputada garantiu que não há entendimentos do PP com o senador Cássio Cunha Lima para uma composição majoritária. “Aguinaldo não vai ser senador de Cássio de forma alguma. Não existem conversas nesse sentido eu acredito no blocão”, disse Daniela. Ela também confirmou que vai disputar a reeleição de deputada estadual.

PBAgora


Prefeito de Pedra Branca diz que ninguém investiu tanto no Vale do Piancó como RC


Prefeito de Pedra Branca diz que ninguém investiu tanto no Vale do Piancó como RC
O prefeito de Pedra Branca, Allan Feliphe Bastos (PR), e o ex-prefeito do município, Antônio Bastos (PMDB), declararam apoio ao projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). A decisão foi anunciada no final da tarde desta quarta-feira (23), após encontro com Ricardo Coutinho e com o deputado estadual Lindolfo Pires (DEM). "Nenhum governador investiu tanto no Vale do Piancó como Ricardo Coutinho", avaliou o jovem prefeito de 23 anos.

Allan Feliphe afirmou que desde o ano passado disse a Ricardo Coutinho que o povo de Pedra Branca seria grato ao trabalho do governo que tirou o município do isolamento e criou perspectivas de desenvolvimento. "Diante da atenção para com o nosso município mantivemos o compromisso de apoiar Ricardo porque essa é a vontade do povo que agradecerá no momento certo todos os benefícios para Pedra Branca".

O prefeito Alan Feliphe destacou a conclusão da estrada ligando o município a Itaporanga e as obras do acesso à Nova Olinda, a reforma da escola municipal, a construção de habitações, a construção de um centro de tecelagem, as medidas contra a seca como obras importantes para o desenvolvimento do município e aproveitou o encontro com o governador para solicitar a construção da base do Samu no município e a construção de uma escola nova dentro do Pacto Social.

O ex-prefeito de Pedra Branca, Antônio Bastos, pai do atual prefeito, também garantiu apoio do seu grupo político a Ricardo Coutinho e que lutará para a manutenção desse projeto que vem mudando para melhor os municípios paraibanos. "Os investimentos em estradas no município já refletem em nossa economia com o desenvolvimento do setor de confecções que será impulsionado com a conclusão do acesso a Nova Olinda", completou.

Pedra Branca é um município localizado na microrregião de Itaporanga. De acordo com o IBGE, no ano de 2010 sua população era estimada em 3.721 habitantes. Área territorial de 194 km².




Redação com Assessoria

Homem é preso suspeito de matar vítima que iria testemunhar contra ele em audiência na Capital

Gari foi morto a tiros na Zona Norte de João Pessoa e iria prestar informações do acusado à Justiça
Polícia | Em 23/04/14 às 09h30, atualizado em 23/04/14 às 16h19 | Por Redação
Reprodução/ Governo do Estado
Polícia Militar
Um homem foi preso na tarde desta quarta-feira (23), em João Pessoa, suspeito de praticar vários homicídios. Segundo a polícia, ele seria o responsável por matar um gari na manhã desta quarta, em Mandacaru, na Zona Norte da Capital, e a vítima iria testemunhar contra ele durante uma audiência marcada para esta tarde. O suspeito foi levado para a Delegacia de Homicídios, no bairro do Varadouro. 

Por volta das 9h, o agente de limpeza estava coletando lixo em uma das ruas de Mandacaru quando foi surpreendido por quatro homens que o cercaram. Quem estava próximo da vítima conseguiu correr. Ele foi assassinado com três tiros. 

Outro homicídio

Já na madrugada desta quarta, um jovem de 19 anos foi assassinado na frente da família. De acordo com informações do Centro Integrado de Operações Policiais, o crime aconteceu na comunidade Porto de João Tota, também em Mandacaru.

Leia também: Tiroteio deixa um morto e outro ferido por bala perdida, na Zona Sul de João Pessoa

A vítima estava dormindo quando bandidos armados invadiram a residência. Ele foi obrigado a sair do quarto e ir para sala, onde foi executado com vários tiros. O homem estava na casa, com a filha de cinco anos e a esposa. 

Segundo informações do comandante da Unidade de Polícia Solidária de Mandacaru, capitão Antônio de Sousa, os crimes vão ser investigados, já que ambas as vítimas não tinham envolvimento com criminalidade. “Inclusive um deles era evangélico”, complementou o capitão.

Incêndio destrói casa abandonada em terreno baldio e mobiliza bombeiros

Moradores disseram que no local havia muitas garrafas pets e papelões, que contribuíram para a propagação do fogo.
Polícia | Em 23/04/14 às 23h01, atualizado em 23/04/14 às 23h19 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ TV Correio Record
Fogo destruiu o imóvel
Uma casa abandonada ficou completamente destruída após um incêndio, na noite desta quarta-feira (23), no Loteamento Solar do Tibiri, no bairro de Marcos Moura, na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa. O Corpo de Bombeiros levou mais de uma hora para controlar o fogo.
Os cômodos da residência foram consumidos pelas chamas. O imóvel fica em um terreno baldio usado como depósito irregular de material reciclável. Os moradores disseram que no local havia muitas garrafas pets e papelões, que contribuíram para a propagação do fogo.
Ainda segundo os moradores, o local é frequentado por moradores de rua e usuários de drogas, mas no momento não havia ninguém na casa. Quatro caminhões tanques de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros foram usados para debelar as chamas.
A causa do incêndio ainda não foi identificada. Entretanto, os bombeiros não descartam que o fogo pode ter sido criminoso.
Bombeiros encontraram materiais recicláveis
Foto: Bombeiros encontraram materiais recicláveis 
Créditos: Reprodução/ TV Correio Record

Elefanta de mais de 2t quebra cerca de proteção e fica solta dentro de parque em João Pessoa

Direção do parque nega que a destruição parcial do local foi provocada pelo estresse do animal, mas como uma forma de brincadeira, que é peculiar na espécie.
Cidades | Em 23/04/14 às 21h42, atualizado em 23/04/14 às 23h14 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ Diego Nóbrega/ Correio da Paraíba
Elefanta ficou solta na Bica
A elefanta Lady, de aproximadamente 40 anos e pesando mais de duas toneladas, deu um grande susto no final da tarde desta quarta-feira (23), no Parque Arruda Câmara, mais conhecido como ‘A Bica’, em João Pessoa. Estressado, o animal destruiu parte da estrutura em que está abrigado e ficou solta andando pela vegetação.
Por medida preventiva, o parque zoobotânico foi fechado uma hora mais cedo. Uma área improvisada contendo cerca de 50 metros foi construída para abrigar a elefanta, enquanto os reparos fossem feitos no abrigo do animal.
A direção do parque nega que a destruição parcial do local foi provocada pelo estresse do animal, mas como uma forma de brincadeira, que é peculiar na espécie.
Doada por um circo europeu a Bica, o animal aguarda há dez meses um local apropriado para viver. A área que irá abrigá-la, dentro do Parque Zoobôtanico e que deveria ser entregue no final do mês de março, ainda está em construção. O espaço deverá ter mais de mil metros quadrados, além uma área de lazer com piscina.
Enquanto a área definitiva não fica pronta, a elefanta recebe todo acompanhamento das equipes de biólogos e médicos veterinários da PMJP. Quando chegou ao Parque, Lady passou por uma série de exames laboratoriais, tais como sangue, urina e fezes.
A equipe de médicos veterinários detectou um problema oftalmológico provocado pelo excesso de flashes, da época em que ela estava no Circo. Lady foi medicada e já aumentou 500 quilos com a dieta fornecida na Bica.
Lady recebe uma dieta balanceada, distribuída em cinco refeições diárias. São três refeições a base de frutas e duas refeições de capim. Além isso, três vezes por semana é ofertada uma ração concentrada de farelo de trigo e sal mineral.
Lady no local improvisado
Foto: Lady no local improvisado 
Créditos: Reprodução/ Diego Nóbrega/ Correio da Paraíba