terça-feira, 29 de julho de 2014

Faltam anestesistas no Trauma-JP e Saúde diz que situação é grave para pacientes

Apesar da discussão, uma nova reunião para tratar do assunto foi marcada pela Saúde do Estado
Saúde | Em 29/07/14 às 10h53, atualizado em 29/07/14 às 11h56 | Por Redação
Divulgação
Promotoria da Saúde discutiu a situação
A assessoria jurídica da Cruz Vermelha disse nessa segunda-feira (28) que o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena em João Pessoa está enfrentando dificuldades sérias para completar a escala de plantão dos anestesiologistas da unidade, o que estaria expondo pacientes a riscos graves nos atendimentos.


A informação foi debatida durante audiência com a Promotoria de Defesa dos Direitos da Saúde de João Pessoa, na qual foi colocada a situação das escalas de plantão dos anestesiologistas do Trauma.

Segundo a assessoria jurídica da Cruz Vermelha, a escala de anestegiologistas do hospital é completada com médicos de outros estados por conta da dificuldade de negociação com os médicos vinculados à Cooperativa dos Anestesiologistas da Paraíba (Coopanest).

A Cruz Vermelha informou que a Coopanest optou por se desvincular do hospital, mesmo não existindo nenhum obstáculo ou decisão judicial que determinasse essa suspensão. A Cruz Vermelha Brasileira propôs a contratação individual aos médicos, mas não houve recepção por parte deles.

O presidente do Conselho Regional de Medicina na Paraíba disse que as escalas que foram apresentadas pelo Hospital de Emergência e Trauma ao conselho são compostas por apenas três profissionais por turno. Ele disse ainda que em vistorias feitas recentemente pelo CRM no hospital foi constatado que a situação do hospital é muito grave e expõe os pacientes a sérios riscos, por carência de anestesiologistas. 

O presidente do Sindicato dos Médicos da Paraíba, Tarcísio Campos Saraiva de Andrade, informou que existem médicos anestesiologistas aprovados no último concurso da Secretaria Estadual de Saúde e que estão aguardando serem convocados para assumirem.

Apesar de toda a discussão, a promotora da Saúde, Maria das Graças Azevedo, determinou a realização de nova audiência para tratar da questão, no dia 06 de agosto, às 08h, que deverá contar com a presença do secretário Estadual de Saúde e do procurador Regional do Trabalho.

Participaram da audiência a promotora de Justiça Maria das Graças Azevedo, o procurador da República, José Godoy Bezerra de Souza, o presidente do Sindicato dos Médicos da Paraíba, Tarcísio Campos Saraiva de Andrade, o presidente do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) João Gonçalves de Medeiros Filho, o superintendente da Cruz Vermelha Brasileira filial do Rio Grande do Sul, Milton Pacífico José Araújo, o diretor do Hospital de Emergência e Trauma, Edvan Benevides de Freitas Júnior.

Durante a audiência, o assessor jurídico da Secretaria Estadual de Saúde, Rafael Melo, informou que o Secretário Estadual de Saúde não poderia comparecer a audiência por estar em missão institucional no município de Campina Grande e solicitou o seu adiamento.

Polícia prende casal suspeito de abusar de meninas

Presos irão para a Cadeia de Mamanguape e ao Presídio Feminino, em João Pessoa.

Por: Satiro Coelho Ayres

COMPARTILHE
Policiais civis da 7ª Delegacia de Mamanguape prenderam na segunda-feira (28), uma dupla suspeita de abusar de pelo menos sete meninas, com idade entre oito e 11 anos. Luiz Evaristo da Silva, 79, e Ana Paula Fidelis, 21, foram presos por força de mandado de prisão preventiva na localidade conhecida por Pitanga da Estrada, naquele município.

De acordo com o delegado Thiago dos Anjos, titular do inquérito que investiga os abusos, o trabalho da Polícia Civil foi iniciado após denuncia encaminhada pelo Conselho Tutelar da cidade. “Os relatos das meninas, apontam que os abusos teriam sido iniciados em março de 2013. Luiz Evaristo atraía as garotas com dinheiro e balas. Ana Paula também era responsável por levar mais crianças para a casa dele, onde elas eram abusadas”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com o policial, todas as crianças já foram ouvidas e os exames também foram realizados pelo Instituto de Polícia Científica (IPC). Nesta terça-feira (29), os dois presos serão interrogados e encaminhados à Cadeia Pública de Mamanguape e ao Presídio Feminino Júlia Maranhão, em João Pessoa.

Chuva de meteoros dupla para hoje

meteorosQuem estiver com coragem e tempo livre na madrugada de hoje para amanhã (terça para quarta) terá a chance de ver duas chuvas de meteoros simultâneas. O fenômeno, que acontece anualmente, será observável em todo o Brasil e exige apenas céu aberto e paciência, sem nenhum equipamento adicional.
Dizer que são duas chuvas distintas implica a existênciade duas fontes diferentes de poeira cósmica que adentram a atmosfera da Terra, produzindo as famosas “estrelas cadentes”.
Conhecidas como alfa-capricornidas e delta-aquáridas do sul, elas atigem seu pico juntas, no dia 29 de julho, e são muito difíceis de distinguir uma da outra. Primeiro porque seus radiantes (o ponto no céu de onde parecem emanar os meteoros) são muito próximos, localizados respectivamente nas constelações vizinhas de Capricórnio e Aquário. Depois, porque nenhuma delas figura entre as mais espetaculares chuvas anuais de meteoros.
AMANHÃ É OUTRO DIA
Isso, contudo, vai mudar no futuro distante. As alfa-capricornidas são resultado do esfarelamento parcial do cometa 169P/NEAT, que aconteceu uns 5.000 anos atrás. Naquela ocasião quase metade do núcleo desse objeto se desfez. Como todos os cometas, ele é basicamente uma bola de gelo sujo. Ao se aproximar do Sol, o gelo evapora, e o bólido vai deixando partículas de poeira ao longo de sua órbita. São essas pequenas partículas desgarradas que adentram a atmosfera conforme a Terra cruza a órbita do bólido celeste, em seu trajeto anual em torno do Sol.
Ocorre que no momento apenas uma parte pouco densa da nuvem de partículas do 169P/NEAT se oferece ao caminho percorrido pela Terra. Nos próximos séculos, ela continuará a se deslocar lentamente, de forma que, entre 2220 e 2420, o planeta deve se encontrar com a região mais densa da nuvem. Então a alfa-capricornida será a mais prolífica chuva de meteoros anual, com mais de 400 meteoros por ora. É mais do que qualquer chuva que tenhamos hoje.
Por ora, no entanto, ela é bem modesta, de forma que só se pode esperar uma taxa máxima de 5 meteoros por hora. Esse número só não é desprezível porque as estrelas cadentes alfa-capricornidas tendem a ser brilhantes e lentas, o que facilita sua observação.
A segunda chuva a atingir seu pico hoje, delta-aquárida do sul, é aparentemente produto de vários cometas que passam rasantes ao Sol. Com órbitas bem acentuadas, as partículas remanescentes desses objetos viajam em altíssima velocidade, o que produz meteoros bastante rápidos — duração menor que um segundo. Um ou outro atinge grande brilho, mas não é comum. É possível, nas melhores condições de observação, detectar 15 a 30 meteoros por hora.
COMO OBSERVAR
“Para ver uma chuva de meteoros, você só precisa dos seus olhos, uma cadeira de praia e motivação”, explica Gabriel Hickel, astrônomo da Universidade Federal de Itajubá (MG). “Não há região específica do céu a olhar. O ideal é procurar um lugar escuro, longe da poluição luminosa das grandes cidades, com o horizonte livre e deitar-se emuma cadeira de praia, de modo a ver o máximo de céu possível.”
O astrônomo já avisa: não espere um show pirotécnico. “Observe por pelo menos uma hora para ver um número razoável de meteoros. Essas chuvas são melhor visualizadas entre as 2h e as 4h da madrugada.”
Uma vantagem importante é que a Lua está num crescente muito discreto e não atrapalha as observações. Em duas semanas teremos outra chuva de meteoros, as famosas perseidas, mas aí com a concorrência da Lua cheia, o que pode prejudicar a observação.
Folha

Lucy Alves faz pocket show em Campina Grande para lançar CD

Apresentação gratuita será às 18h30 no Partage Shopping.
Em seguida, a cantora vai distribuir autógrafos na Praça de Eventos.

Do G1 PB
Lucy Alves (Foto: Jael Soares / G1)Lucy Alves lança novo CD em Campina Grande (Foto: Jael Soares/G1)
  A cantora e multi-instrumentista Lucy Alves faz um pocket show nesta terça-feira (29) em Campina Grande para lançar seu primeiro CD, pela Universal Music. A apresentação será a partir das 18h30 no Partage Shopping.
Durante o pequeno show, Lucy vai apresentar músicas do novo CD e, em seguida, vai distribuir autógrafos para os fãs na Praça de Eventos do shopping. A entrada é gratuita.

A cantora ganhou notoriedade fora do Nordeste ao participar da segunda edição do The Voice Brasil, em 2013, na qual foi escolhida pelo jurado Carlinhos Brown para fazer parte do seu time. No programa, Lucy chegou até a final e chamou atenção pela quantidade de instrumentos que revezou nas suas apresentações.

Em seu primeiro trabalho Lucy gravou as sanfonas e bandolins em revisitações de sucessos que cantava nas apresentações do Clã Brasil. “Ai que saudade de ocê” (Vital Farias) e “Qui nem jiló” (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) trazem a beleza da música nordestina, também traduzida no frevo de “Festa no interior” (Morais Moreira/Abel Silva) e nas poesias de Dominguinhos e Nando Cordel em “De volta pro aconchego” e no pout-pourri “Gostoso demais/Isso aqui ta bom demais”.

Por: Satiro Coelho Ayres

APÓS ANÚNCIO, PREFEITOS E VEREADORES DESMENTEM APOIO AO PSDB

PACTO-SOCIAL-UIRAUNA-11

Por: Satiro Coelho Ayres

O Prefeito de Uiraúna, Bosco Fernandes (PSB) negou nessa segunda-feira (28), matéria divulgada pela assessoria do suplente de senador Deca do Atacadão, dando conta da suposta adesão do gestor ao projeto político de Cássio Cunha Lima (PSDB).
Bosco Fernandes fez questão de desmentir a informação, e entrou em contato com a redação do Diário do Sertão declarando que não fechou nada com Deca do Atacadão.
Segundo o gestor uiraunense, houve um encontro casual com Deca nesse final de semana, na cidade de Joca Claudino, porém, não acertou nenhum apoio a Cássio.
“Eu nego categoricamente apoio a Cássio. Não acertei nada com Deca. Sou homem de palavra, continuo com Ricardo Coutinho”, disse Bosco em tom de raiva.
Negou 2
Outro prefeito que negou apoio a Cássio foi Gervázio Gomes (PMDB), da cidade de Bernardino Batista, afirmando que em nenhum momento prometeu nada ao suplente de senador.
O peemedebista declarou que continua com Ricardo Coutinho, e que inclusive participou do evento do socialista realizado em Cajazeiras nesse final de semana.
“Eu continuo com Ricardo Coutinho firme e forte. Não tenho porque mudar de lado. Já dei a minha palavra”, destacou Gervázio
Negou 3
Os sete vereadores da base situacionista de Bernardino Batista também negaram o anúncio de apoio a Cássio Cunha Lima.
O presidente da Câmara, Aldo Andrade reafirmou apoio ao grupo socialista e disse: “Estamos fechados com Ricardo Coutinho”.
Diário do Sertão
- See more at: http://www.polemicaparaiba.com.br/2014/07/29/apos-anuncio-prefeitos-e-vereadores-desmentem-apoio-ao-psdb/#sthash.Wxa7p1Qi.dpuf

Casa lotérica é arrombada e bandidos roubam cofre na Zona da Mata da Paraíba

PM ainda não identificou os suspeitos e não informou o valor em dinheiro contido no cofre; bandidos fugiram em direção à BR-230
Polícia | Em 29/07/14 às 08h37, atualizado em 29/07/14 às 08h53 | Por Gustavo Medeiros
Divulgação
Município de Sobrado
Uma casa lotérica foi arrombada na cidade de Sobrado, a 42 km de João Pessoa, na madrugada desta terça-feira (29). Do estabelecimento, os bandidos roubaram um cofre, de valor ainda não informado, segundo a Polícia Militar.

De acordo com o sargento Juvenal, da Companhia de PM de Sapé, que engloba a região, o crime ocorreu à 0h45. A polícia ainda não tem a identificação dos suspeitos.

“Para arrombar a porta e entrar no local, os criminosos utilizaram provavelmente marretas o pés de cabra. Após o ato, foram vistos por moradores fugindo em um carro em direção à BR-230, onde podem ter tomado vários rumos”, disse o sargento.

Boqueirão tem apenas 29% da capacidade e Campina poderá ter racionamento

Nível mais baixo dos últimos 15 anos; bacia do Paraíba tem três açudes secos
Cidades | Em 29/07/14 às 07h16, atualizado em 29/07/14 às 07h22 | Por Jornal Correio da Paraíba/Daniel Mota
Jornal Correio da Paraíba
Açude de Boqueirão
O açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, atingiu nessa segunda-feira (29) o nível mais baixo dos últimos 15 anos e o menor de sua história: 29% do seu volume de armazenamento ou 123 milhões de metros cúbicos. A bacia do Rio Paraíba, do qual o manancial faz parte, também é uma das mais secas, com 15 açudes, dos quais três já secaram e oito tem menos de 35% da capacidade. Os dados são da Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa) e do Departamento Nacional de Obras Contra Seca (Dnocs). 


A Aesa ainda destaca que a tendência é que o açude continue perdendo volume sem perspectivas de recargas até dezembro, por conta estiagem na região do Cariri onde se localizam os reservatórios da bacia. O racionamento d’água já está sendo discutido. 

De acordo com o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno, a última vez que o Boqueirão registrou seu menor nível, foi em 1999, quando o Estado vivenciou uma de suas maiores secas e o manancial chegou aos 14% de capacidade. Na época, Campina Grande e outros 19 municípios abastecidos pelo reservatório tiveram que enfrentar racionamento.