piemonte fm

sábado, 30 de maio de 2015

Autoridade da Segurança da PB é contrária a redução da maioridade penal: “Não irá resolver”


Autoridade da Segurança da PB é contrária a redução da maioridade penal: “Não irá resolver”
Dono de posições firmes e sem temer reações contrárias, o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euler Chaves, concedeu entrevista e se posicionou sobre um tema que tem provocado grande controvérsia nas mais diferentes esferas da sociedade: a redução da maioridade penal, proposta que é discutida no Congresso Nacional.


“Alguma s pessoas defendem a redução dessa maioridade penal, eu acredito que não resolverá o problema, o que vai mudar é apenas a entrada na escola, hoje que tem menos de 18 anos vai entrar no sistema sócio-educativo,as regras são frágeis e se limita a três anos de recepção desse menor e agora com a condução que esta sendo dada pode se estabelecer a entrada em escolas superiores do crime”, pontuou o oficial.


Segundo o coronel Euler se faz necessário que o foco precisa ser no crime e não uma interpretação diferente: “E não uma questão de idade, de capacidade mental e há um conjunto de questões que o estado precisa cuidar”, argumentou.


Outro aspecto que evidenciou uma preocupação do comandante da PMPB diz respeito a questão das armas: “90% desses crimes as pessoas perpretam com arma de fogo, mas a legislação é extremamente tênue: gera fianças e mais fianças onde a Polícia prende e se solta, uma duas, três e até dez vezes e eles continuam primários e nós continuamos prendendo”, desabafou.


Por fim, o coronel que acompanha de perto a realidade das ruas, mandou um recado aos defensores da redução da maioridade penal.


“É um cenário bastante complexo que não se resolve da noite para o dia!”, frisou.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário