piemonte fm

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Aporte de 32,4 mi de dólares deve socorrer vítimas da seca na Paraíba

Redução da ‘Vulnerabilidade Agroclimática’ faz parte de um dos componentes do Projeto Paraíba Rural Sustentável, que está em fase de elaboração para assinatura de acordo de empréstimo

Economia | Em 14/05/15 às 06h48, atualizado em 14/05/15 às 06h42 | Por Redação
Divulgação
Investimentos serão aplicados em mais de 500 subprojetos
O Governo da Paraíba, a partir do segundo semestre deste ano, por meio do Projeto Cooperar, vai implantar iniciativas de convivência com a estiagem nos 100 municípios considerados mais castigados com a falta de água, com menor Índice de Desenvolvimento Humano, maior perda de safras e ainda os que apresentam maior índice de aridez.
Leia também:
A Redução da ‘vulnerabilidade agroclimática’ faz parte de um dos componentes do Projeto Paraíba Rural Sustentável, que está em fase de elaboração para assinatura de acordo de empréstimo com o Banco Mundial no início do segundo semestre, com vistas à execução pelo Cooperar.

Está previsto o aporte de recursos no valor de US$ 32,4 milhões (R$ 97,5 milhões), que serão aplicados em mais de 500 subprojetos de água potável, abastecimento de água completo e simples, dessalinizadores, complexos sanitários que agreguem a reutilização da água, obras de melhorias de acesso rural, beneficiamento e armazenamento de forragens, entre outros. 

Dentre os critérios de elegibilidade para a seleção dos projetos, os futuros beneficiários precisam se organizar em associações, não ter participado de outros projetos financiados pelo Cooperar ou outros como o Água para Todos e garantir a sustentabilidade ambiental e financeira do projeto. 
Segundo dados divulgados pela Fundação Joaquim Nabuco, o Nordeste tem, aproximadamente, 47 milhões de habitantes, dos quais 17 milhões vivem na região semiárida. No período de seca, 10 milhões de habitantes passam sede e fome.

Investimentos serão aplicados em mais de 500 subprojetos
Foto: Investimentos serão aplicados em mais de 500 subprojetos
Créditos: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário