piemonte fm

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Ronaldo Filho e vereador Murilo Galdino da bancada de Romero, travam nova batalha virtual pelo whatshap


 Ronaldo Filho  e vereador Murilo Galdino da bancada de Romero, travam nova batalha virtual pelo whatshap
 Pela segunda vez essa semana, foi áspero o diálogo virtual entre o vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), e o vereador Murilo Galdino (PSB), através das redes sociais. As agressões mútuas tomaram proporções inesperadas, com os dois chegando inclusive, a baixar o nível da conversa virtual.

A briga entre o tucano e o socialista teve mais um round, e também ocorreu pelo Whatsap. O embate começou na última segunda, quando o vice-prefeito disse que o parlamentar estava indo contra os interesses do povo de Campina Grande, ao votar no governador Ricardo Coutinho (PSB). Ronaldo ainda o desafiou a colocar os cargos que detém na Prefeitura Municipal a disposição, o que foi prontamente atendido por Murilo.

O vereador lamentou o fato de Ronaldo ainda continuar com os ataques, mesmo ele tendo se retirado do grupo do Whatsapp, e disse que ele estava sendo fraco de não permitir opiniões políticas diferentes das dele. "Este seu comportamento déspota e anti democrático logo num grupo de jornalistas , que hoje são os guardiões da democracia . Isso mostra a sua fraqueza e seu modo de fazer política dos antigos coronéis . Respeite a imprensa , respeite a democracia , respeite a Paraíba . Esta não tem dono", postou.

Ronaldo logo depois se manifestou e taxou Murilo, irmão do deputado estadual, Adriano Galdino (PSB), de fraco, oportunista e de ter enganado Campina. "Sabe o que é Murilo, é que tenho asco a gente fraca e oportunista. Daqui vc pode sair, mas não sairé da memória do povo de CG por sua posição contrária à seus interesses. Vc é fraco e oportunista. E lhe direi isso aqui, na rua ou em qualquer tribuna. Vc enganou Campina.", disparou.

Ronaldo ainda acrescentou que Adriano sempre foi correligionário do senador Cássio. "Vc eu nem sabia que existia. Fui conhecer agora na caminha de 2012 e ainda arrumei uns votinhos pra vc. Até no lançamento da sua candidatura eu falei e pedi votos. Mas nem me arrependo.", lembrou em uma das postagens. Em seguida, Murilo acrescentou que ele era oportunista e o acusou de ter caído de paraquedas na campanha municipal de 2012, sem nunca ter participado de discussões em Campina Grande. "A não ser em festas. Seja curtindo ou seja produzindo! Campina saberá me respeitar e respeitar minha decisão . Se o amigo pediu uns uns votinhos para mim . Eu pedi todos os meus 3.888 votos para você .", disparou.

O vereador destacou ainda esperar que o pleito acabe logo para "o nobre nao ter um colapso nervoso . Rsrsrs", escreveu. Por fim, Murilo destacou a amizade que tem com o prefeito Romero, e apresentou as queixas contra o vice-prefeito. "Ronaldo Desequilibrado Filho, está agressivo, com uma série agressões verbais contra minha honra. Maculando publicamente minha imagem. O mesmo, Sem crivo algum "exigiu" que entregasse os cargos e lhe fizesse oposição.", escreveu, e acrescentou, "então estou colocando os cargos que ainda tenho a sua disposição. Faça seu julgamento e tome a decisão que lhe for mais coerente. Nossa parceria poderá acabar (ante tamanha confusão a troco de nada insurgida por Ronaldo), mas desde já afirmo que nossa amizade não. Um abraço. Murilo Galdino", finalizou.

Pensando que o bate-boca tivesse acabado, veio o irmão de Cássio para o ataque: “Kkkk agora sou eu que vou rir. Seu irmão sempre esteve ao lado de Cássio. Vc eu nem sabia que existia. Fui conhecer você agora na caminhada de 2012 e ainda arrumei uns votinhos pra vc. Até no lançamento da sal candidatura eu falei e pedi votos. Mas nem me arrependo. Sabe o que Murilo, é que tenho asco a gente fraca e oportunista. Daqui vc pode sair, mas não me sairá da memória do povo de CG por sua posição contraria aos seus interesses. Vc é fraco e oportunista. E lhe direi isso aqui, na rua e em qualquer tribuna. Vc enganou Campina”, afirmou Ronaldo Cunha Lima. Ronaldo ainda pediu publicamente a entrega dos cargos que o vereador socialista tem na PMCG. “Não falto com respeito a ninguém. Já o democrata Murilo. Tivesse hombridade entregava os cargos que tem na PMCG. Vou esperar”. Como já tinha saído do grupo Murilo mandou a resposta ao coordenador de comunicação da PMCG, José Araújo, dizendo: “Sobre os cargos tenho hombridade sim, principalmente para não aceitar suas pressões. Não sabia que o prefeito Romero tinha morrido ou renunciado, mas coloco meus dois cargos de comissão a sua disposição”, afirmou Murilo.

PRIMEIRO ROUD. Inicialmente, o vereador postou um agradecimento a Campina pela recepção (sábado último) ao governador Ricardo Coutinho (PSB) durante a carreata. - Demonstração de que Campina reconhece o trabalho e o novo modo de fazer política. Vamos à vitória – postou o socialista. O vice repercutiu e atacou: “Deixa de hipocrisia, Murilo. Eu teria vergonha no seu lugar. Honre os votos que essa cidade lhe deu. Tenha vergonha!!!! Defender um tirano e malfeitor dessa qualidade? Não tenho papa na língua. Você é uma grande decepção. Que até votasse em Ricardo Coutinho por causa do seu irmão (deputado Adriano Galdino), mas ter a coragem de vir aqui defender aquele mentiroso e incompetente? Tenha paciência!!! Campina nunca vai lhe perdoar por essa traição. Vocês vão perder a eleição, mas pior é quando se perde o respeito. Ricardo é uma farsa, um engodo. A Paraíba vai saber toda a verdade em breve”.

Murilo respondeu: “Respeite a opinião contrária, tenha calma e respeite a democracia. Tenho certeza que Campina saberá respeitar a minha decisão. Vergonha eu teria se fosse você de achar que é o único correto. A política mudou e Ricardo irá ganhar a eleição. Tenha calma Ronaldinho, só falta uma semana (...) Esta revolta tão grande são apenas interesses próprios contrariados. E nunca trai ninguém. Você me respeite. E não vou falar nem em decepção. Melhor calar. Campina sabe do que falo”. Volta o vice: “Não lhe respeito!”

Murilo: “Recíproca é verdadeira. Lhe respeitava apesar da divergência. Mas essa sua postura á antidemocrática”. Vice novamente: “Eu não defendo bandido. Você vai me dar razão em algumas horas, você verá. Acho que exagerei com você. Peço desculpas”. Murilo Galdino: “Sem problemas. São os nervos à flor da pele pelo momento. Respeitarei a decisão da Paraíba. Espero que você também”.

Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário