RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Copa tem na sexta próximos rivais do Brasil e 'reencontro' da final de 2010

México e Camarões são do grupo do Brasil e se enfrentam em Natal.
Outros jogos são Espanha x Holanda e Chile x Austrália.

Do G1, em São Paulo
Sexta-feira 13 é dia de ver em campo os próximos adversários do Brasil (México x Camarões), a reedição do confronto final da Copa de 2010 (Espanha x Holanda) e a estreia da seleção sul-americana que moveu seus dedicados e fanáticos torcedores a percorrerem nada menos que 3,8 mil quilômetros de estrada em uma caravana (Chile x Austrália).

Mexicanos e camaroneses fazem em Natal, às 13h, o segundo jogo da Copa do Mundo 2014, que agora chega ao Nordeste e ao Centro-Oeste. A outra cidade nordestina que recebe seu primeiro jogo do Mundial é Salvador: às 16h, os holandeses têm a chance de revanche diante dos atuais campeões, os espanhóis. Por fim, em Cuiabá, às 19h, os chilenos mostrarão contra os australianos se valeu a pena a viagem (e a disposição) dos admiradores da "La Roja", como é conhecido o time.
G1 preparou dicas para quem vai curtir esses jogos. Veja abaixo:
Turistas mexicanos em Natal (Foto: Ferreira Neto/G1)Mexicanos em Natal (Foto: Ferreira Neto/G1)
México x Camarões, às 13, em Natal
México e Camarões se encontram na recém-inaugurada Arena das Dunas, em Natal. A torcida do México invadiu as praias da capital do Rio Grande do Norte nos últimos dias e tem feito muita festa com os brasileiros e outros estrangeiros na cidade. O policiamento foi reforçado, mas ainda assim algunsturistas foram alvo de bandidos, principalmente na orla.
Por que ver este o jogo: México e Camarões acreditam que vencer este jogo será fundamental para as chances de cada equipe se classificar no Grupo A da Copa, já que o Brasil é o favorito para ficar com uma das duas vagas. Saiba mais
  •  
Arena das Dunas, em Natal, receberá quatro jogos durante o Mundial (Foto: Canindé Soares/G1)Arena das Dunas (Foto: Canindé Soares/G1)
O estádio:As obras da Arena das Dunas duraram quase dois anos e meio e custaram de R$ 420 milhões. Ao todo, trabalharam cerca de 4,5 mil operários. A inauguração da arena, que tem 42 mil lugares, foi no final de janeiro. Ainauguração da arena foi no final de janeiro.
Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, é um dos cartões-postais mais belos de Natal  (Foto: Canindé Soares/G1)Morro do Careca, na praia de Ponta Negra
(Foto: Canindé Soares/G1)
O que fazer na cidade: Com o jogo marcado para logo após o almoço, a dica é ir com alguma antecedência para a Arena das Dunas. Se você acordar bem cedo, dá ainda para caminhar na orla e pegar um pouco de sol na Praia de Ponta Negra, que tem um dos mais conhecidos cartões-postais do estado: o Morro do Careca. A praia tem vários quiosques que vendem desde petiscos a refeições completas.

Outra boa opção é o Mercado da Redinha, que fica aberto das 7h até as 18h. No espaço cultural, dá para experimentar a famosa ginga com tapioca, combinação típica da capital potiguar. O mercado fica à beira-mar, na praia da Redinha, Zona Norte de Natal.
Para o fim de tarde, vale conferir o pôr do sol do Potengi. Uma das principais atrações da região, ele costuma reunir centenas de pessoas. A vista oferecida pelo Iate Clube de Natal vale a visita.

Veja as atrações de Natal
Estrutura da Fifa Fan Fest em Natal está pronta (Foto: Rafael Barbosa/G1)Estrutura da Fifa Fan Fest em Natal  (Foto: Rafael
Barbosa/G1)
Fan Fest: Quem não for ao estádio pode ver a partida e ainda curtir shows e outras atrações na Fifa Fan Fest. A estrutura foi montada na Praia da Forte, próxima à Fortaleza dos Reis Magos, um dos principais cartões-postais da cidade. Shows e intervenções artísticas estão programados para os dias de jogos da Copa do Mundo. Veja a programação da Fan Fest de NatalSaiba como chegar à Fan Fest de ônibus.
Depois do jogo: Dá para deixar o almoço para depois do jogo e ir a um dos restaurantes indicados por famosos no Guia das Cidades do G1. E depois curtir a noite nos bares de Natal. A cantora Marina Elali indica o restaurante Mangai, conhecido pela grande variedade de comida regional (carne de sol, carne de bode e camarão estão entre os pratos oferecidos). Para o fim de noite, o lutador de MMA Renan Barão recomenda o Sancho, uma das mais famosas casas de samba de Natal, que fica na praia de Ponta Negra.
Previsão do tempo: Sol com muitas nuvens e chuva. Veja a previsão completa
 
O Dutch Orange Bus, em português, Ônibus Laranja Holandês, 'mascote' da torcida laranja no Brasil (Foto: Reprodução/TV Globo)O Dutch Orange Bus, em português, Ônibus
Laranja Holandês (Foto: Reprodução/TV Globo)
Espanha x Holanda, às 16h, em Salvador
Salvador vai estar quente para um dos jogos mais aguardados da primeira fase da Copa do Mundo. Espanha e Holanda fizeram a final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e se reencontram às 16h na Arena Fonte Nova. A cidade foi tomada por turistas. A torcida da Holanda promete colorir Salvador de laranja.
São esperados entre 3 mil e 5 mil holandeses, que vão promover desde as 8h a “Orange Square”, festa típica da cultura holandesa que já virou tradição nas Copas do Mundo. A concentração dos holandeses será no Terreiro de Jesus, no Centro Histórico, e seguirá para a Fonte Nova no início da tarde.
Por que ver este jogo: A partida será o reencontro dos finalistas da Copa de 2010. Além de campeã do mundo, a Espanha é a atual bicampeã da Europa e quer mostrar no Brasil que ainda manda no futebol do planeta. A base do time é a mesma da última Copa. A Holanda renovou seu elenco, mas manteve os experientes Robben, Van Persie e Sneijder. Saiba mais
Fonte Nova em 27/02/2013 (Foto: Elói Corrêa / Governo da Bahia / Divulgação)A Arena Fonte Nova (Foto: Elói Corrêa / Governo da Bahia / Divulgação)
O estádio:Palco de uma tragédia que matou sete torcedores em 2007, quando uma parte da arquibancada desabou, o estádio Fonte Nova ficou fechado até ser implodido, em agosto de 2010. Ele deu lugar à Arena Fonte Nova, inaugurada em abril de 2013, que recebe o clássico Espanha x Holanda nesta sexta. Cerca de 4 mil operários trabalharam nas obras, que deveriam ter sido entregues em dezembro de 2012. A capacidade é de 50 mil torcedores na arquibancada fixa. Uma estrutura móvel, usada para a Copa, tem capacidade extra de 5 mil pessoas.
Dique do Tororó (Foto: João Ramos/BahiaTursa)Dique do Tororó (Foto: João Ramos/BahiaTursa)
O que fazer na cidade: Como a recomendação é chegar à Arena Fonte Nova com pelo menos duas horas de antecedência – o jogo está marcado para as 16h –, a dica é acordar cedo. Para quem quiser economizar tempo, boa pedida é conhecer o Dique do Tororó. Um dos acessos à arena fica bem ali em frente. Assim, dá para visitar o ponto turístico, almoçar e partir para o jogo. A represa foi construída no século 17, em um vale natural, que tinha a função de proteger a cidade contra invasões. Hoje, é uma área de esporte e lazer, com anfiteatro, pedalinhos e restaurantes.

O ator Luís Miranda sugere um passeio pela Baía de Todos-os-Santos: "Acho que a beleza natural é o melhor de Salvador. Indico descer na região da Cidade Baixa para comer". É a maior baía do Brasil. Boa parte dela banha Salvador e trechos da região metropolitana, onde há famosas praias e ilhas, como o Farol da Barra, Ilha de Maré, Ilha dos Frades e Bom Jesus dos Pobres. Há passeios de barco pelas ilhas da baía, que saem do Terminal Náutico.
Fan Fest: O clima da Fifa Fan Fest da Salvador deve ser de carnaval, segundo a organização. Com estrutura montada no Farol da Barra, a festa é inspirada no "Furdunço", evento realizado no último carnaval de Salvador. Veja a programação da Fan Fest de Salvador.
Depois do jogo: O por do sol no Farol da Barra, onde acontece a Fan Fest de Salvador, é famoso. Vale partir para lá depois do jogo e aproveitar os shows do local. Para jantar ou curtir  a noite da cidade, vale seguir as indicações de famosos no Guia de Cidades do G1. O ator Vladimir Brichta cita o Santo Antônio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador. O bairro abriga casarões antigos, bares, ingrejas e hotéis. "Acho um lugar muito bacana, com chope gelado, mesas nas ruas e pessoas interagindo", diz.
Previsão do tempo: Sol com muitas nuvens e chuva. Veja a previsão completa
 
Os chilenos Fernando Troychok, Alejandro Oyarzo e René Soto (Foto: Giovana Sanchez/G1)Chilenos particantes da caranava que saiu de 
Santiago (Foto: Giovana Sanchez/G1)
Chile x Austrália, às 19h, em Cuiabá
O Chile deve ter apoio amplo de sua fanática torcida para a estreia na Copa do Mundo. Uma caravana partiu de Santiago, capital do país, em direção a Cuiabá, num percurso de cerca de 3,8 mil quilômetros. Enfrentaram nevascas e temporais, deixaram filhos pequenos em casa e caíram na estrada – tudo para acompanhar a "La Roja". Segundo os organizadores da expedição, foram cerca de 800 carros participantes.

G1 fez um blog para acompanhar a caravana chilena. Clique aqui.
Mas se o critério for distância percorrida, a seleção australiana sai na frente. Os jogadores enfrentaram uma viagem extenuante, num voo de mais de 15 horas de duração entre Austrália e Brasil. Curiosamente, fizeram escala em Santiago.
Por que ver este jogo: Num grupo que tem Holanda e Espanha como favoritos, Chile e Austrália entram na condição de azarões. Não podem desperdiçar qualquer chance de ganhar pontos, então devem brigar muito no confronto. Com um ataque elogiado, o Chile fez uma boa eliminatória e tem jogadores que atuaram ou atuam em clubes brasileiros: o atacante Vargas foi do Grêmio e o meio-campista Valdívia é do Palmeiras. Saiba mais
 
Contrato da Arena Pantanal está quase no fim, mas TCE mandou Secopa reter valor calculado de prejuízo nas últimas medições ou descontá-lo da garantia contratual. (Foto: Edson Rodrigues / Secopa)Contrato da Arena Pantanal está quase no fim, mas TCE mandou Secopa reter valor calculado de prejuízo nas últimas medições ou descontá-lo da garantia contratual. (Foto: Edson Rodrigues / Secopa)
O estádio: Inaugurada em abril deste ano, a Arena Pantanal tem capacidade de 43 mil torcedores e custou R$ 570,1 milhões. Ela começou a ser erguida em 2010. A pouco mais de um mês para o início da Copa, o operário cuiabano Muhammad'Ali Maciel Afonso morreu, aos 32 anos, vítima de uma descarga elétrica.
Véu de Noiva integra o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães (Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT)Véu de Noiva no Parque Nacional de Chapada dos
Guimarães (Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT)
O que fazer na cidade: Como o jogo está marcado para o início da noite, dá para usar a manhã e parte da tarde para aproveitar a região. Vale até um ecoturismo antes do futebol. Na cidade de Chapada dos Guimarães e no Parque Nacional que leva o mesmo nome, há cachoeiras, trilhas e paredões.

Quem optar por um programa mais urbano, mas ainda assim quer conhecer a paisagem e a fauna típicas de Cuiabá, pode visitar por exemplo a Lagoa Encantada, o Parque Mãe Bonifácia (na área central da cidade) ou o zoológico da Universidade Federal do Matro-Grosso (UFMT).

Na hora do almoço, vale passar pelo Distrito da Passagem da Conceição. Às margens do Rio Cuiabá, o local é conhecido por abrigar restaurantes com comidas típicas. Fica a menos de meia hora da capital. Antes de partir para o estádio, é possível aproveitar a vista privilegiada.
Fifa Fan Fest em Cuiabá (Foto: Henrique Shuto/G1)Fifa Fan Fest em Cuiabá (Foto: Henrique Shuto/G1)
Fan Fest: Shows sertanejos e apresentações regionais vão marcar a Fifa Fan Fest de Cuiabá. A estrutura está montada no Parque de Exposições Jonas Pinheiro e tem capacidade para 56 mil pessoas. Nesta sexta, se apresentam DJ Tomate, o grupo de dança e música Congo de Livramento, o ator André D'Lucca, que msotra a personagem Almerinda, o cantor Lukas Gabriel e Leandro Sapucahy.

Depois do jogo: Como o jogo vai terminar por volta das 21h, quem conseguir sair rapidamente do estádio pode passar pela feira Arte na Praça, na Praça Santos Dummont, que tem barracas de artesanato e comidas típicas e fica aberta até as 22h30. Para aproveitar o fim de noite, há a Praça Popular, na área central da cidade. Um dos pontos mais movimentados das madrugadas cuiabanas, ele é cercado por bares e restaurantes. Vale conferir ainda o Guia de Cidades do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário