piemonte fm

terça-feira, 6 de maio de 2014

POLARIZAÇÃO: Ricardo prevê desfecho trágico para candidatura do PMDB e sinaliza: “Estou disposto a superar divergências!”


POLARIZAÇÃO: Ricardo prevê desfecho trágico para candidatura do PMDB e sinaliza: “Estou disposto a superar divergências!”
Buscando aumentar a gama de partidos que apoiam o seu projeto de reeleição, o governador Ricardo Coutinho (PSB), concedeu entrevista ao Correio Debate nesta terça (6) e revelou a disposição de dialogar com o PMDB de Zé Maranhão e Veneziano Vital do Rêgo. Para o governador, a pré-candidatura do PMDB terá enfrentará dificuldades, em face da polarização desenhada entre o PSB e a pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).


Sem meias palavras, Coutinho sentenciou: “Acho que existe uma polarização que é evidente, indiscutível e que o PMDB como um partido importante talvez não consiga se posicionar mediante esta polarização e que talvez para ele (PMDB) seja mais adequado fazer uma composição que permitisse um fortalecimento a curto, médio e longo prazo!”, enfatizou o socialista.


Quando questionado se teria dificuldade de subir num palanque com o presidente do PMDB, o ex-governador José Maranhão, Ricardo mandou um recado: “De jeito nenhum ! Eu não tenho dificuldade, eu não faço política no campo pessoal, eu nunca ataquei pessoalmente o ex-governador Maranhão, nem fui atacado”, lembrou.


Ricardo também foi indagado sobre as duras criticas que fez ao Governo de Zé Maranhão, o seu antecessor e surpreendeu: “Apenas administrativas, fiz sim, mas ao mesmo tempo disse que em determinada região você vê a presença do Governo Maranhão e dizia isso antes: eu posso dizer que tal adutora não foi o Governo tal que fez? Eu não posso alterar a realidade, estou disposto a superar divergências”, explicou.


O ‘mago’ disse que era diferente de José Targino Maranhão e demonstrou acreditar que as divergências politicas podem ser superadas: “A aliança se impõe, onde os partidos que não são iguais decidem convergir no mesmocaminho, isso que estou dizendo aqui, não significa dizer que nem estou dependo do PMDB, nem o PMDB está dependendo de mim..”, argumentou.


Por fim, Ricardo Coutinho disse que pretende trabalhar com a descrição, após ser indagado se já haveria enviado emissários para costurar um apoio do PMDB: “Acho que é possível composições não apenas com o PMDB, para isso é preciso que a outra parte se expresse se quer ou não, se não quiser a vida continua, creio que a continuidade desse projeto é melhor para Paraíba”, arrematou.


E você amigo internauta, concorda com as afirmações do governador Ricardo Coutinho? Acha que o PMDB deve novamente se abraçar ao socialismo paraibano? Opine no espaço destinado aos comentários.


Henrique Lima 

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário