piemonte fm

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Detento teme transferência para presídio de JP e inicia princípio de tumulto no Cariri

Confusão começou na cozinha da cadeia de Monteiro
Polícia | Em 26/05/14 às 08h52, atualizado em 26/05/14 às 08h56 | Por Priscila Andrade
Reprodução/ Paraíba Mix
Crime ocorreu em Monteiro
Um princípio de tumulto instaurado na cadeia pública da cidade de Monteiro, localizada a 305 km de João Pessoa, na região do Cariri, deixou três detentos feridos, na manhã desta segunda-feira (26).
De acordo com o agente da cadeia, Erenildo Jacinto, a confusão iniciou na cozinha, onde os presos estavam prestando serviço. Um dos detentos, identificado como Thomaz não queria ser transferido para o complexo prisional PB1 em João Pessoa, então, ele agrediu dois detentos com uma faca-peixeira. Saiu ferido Jocélio Euzébio, que responde por homicídio e outro detento identificado como Alexandre. 
Segundo o agente, Thomaz, tentou se matar após as tentativas de homicídios. “Ele temia ser transferido para Capital, por causa da gravidade do crime dele. Ele é acusado de estuprar suas duas filhas”, revelou o Erenildo.
Eles foram socorridos para o hospital de emergência de Monteiro. Thomaz e Jocélio estão em estado grave e Alexandre sofreu apenas um golpe na mão e está estado regular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário