RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

segunda-feira, 28 de abril de 2014

TOMOU AS DORES: irmão de Ricardo Coutinho define discurso de Cássio Cunha Lima como ‘esquizofrênico’


TOMOU AS DORES: irmão de Ricardo Coutinho define discurso de Cássio Cunha Lima como ‘esquizofrênico’
Coriolano Coutinho, irmão do governador Ricardo Coutinho (PSB), azedou ainda mais o relacionamento político entre o PSB e o PSDB, proporcionada após a consolidação da candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que sonha em voltar ao Palácio da Redenção.
 
 
 
Coriolando não perdeu a oportunidade de rebater as críticas feitas pelos integrantes da família Cunha Lima à maneira de governar de Ricardo Coutinho (PSB).

“Tem umas criticas de Cássio, e eu ouvi de Ronaldinho, dizendo que Ricardo é truculento, não sabe dialogar, que é autoritário e coronel, eu acho que é um discurso esquizofrênico!”, disparou.


‘Cori’ continuou a alfinetar o seu principal algoz e pôs o dedo na ‘ferida’:


“Se você for pegar quem é violento... a gente ou o grupo Cunha Lima? Pergunte a família de Burity quem é violento? Pergunte a Zé Maranhão em diversos episódios quem é violento? Pergunte a Félix Araújo, que foi prefeito de Campina Grande, quem é truculento? Autoritário? Pergunte a Cozete Barbosa?”, indagou o irmão de Ricardo Coutinho.


Para o ex-superintendente da Emlur, uma série de ações históricas mostram quem é verdadeiramente truculento:


“Pergunte aos prefeitos que faziam oposição a Cássio qual era o tratamento que eles tinham? Aí eu pergunto: Ricardo é truculento em quê? Ricardo é republicano, aí é outra coisa; ele não fatia o estado com os deputados, não pode. Porque se fizer isso não poderemos desenvolver uma gama de ações e obras importantes para apopulação”,desabafou Coriolando Coutinho, agindo como advogado do irmão.



O discurso de Coriolando Coutinho pode ser bem empregado num pensamento de Lord Byron, pois “O melhor profeta do mundo é o passado!”



E você amigo internauta concorda com os argumentos do irmão de Ricardo Coutinho? Opine no espaço destinado aos comentários.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário