RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

terça-feira, 29 de abril de 2014

Preso em Maceió homem que matou professora no Litoral Sul da Paraíba

Joselias Pereira Gomes foi preso no trabalho e não reagiu à prisão; ele era ex-marido da vítima
Polícia | Em 28/04/14 às 23h55, atualizado em 29/04/14 às 00h03 | Por Hyldo Pereira
Divulgação/ Tenente Bertuni
Joselias Pereira Gomes
O marceneiro Joselias Pereira Gomes foi preso nesta segunda-feira (28), no bairro Chã da Jaqueira, na cidade de Maceió, no estado de Alagoas. Ele estava com o mandato de prisão em aberto suspeito de ter matado a professora e conselheira tutelar da cidade de Alhandra, Litoral Sul paraibano, Ana Flávia Rodrigues, em 2012. A vítima era ex-esposa do suspeito.
De acordo com o tenente Bertuni Silva, que esteve a frente das investigações, o homem estava foragido em Maceió, mas trabalhava normalmente na cidade como marceneiro. Uma ação conjunta entre as policias Civil e Militar da Paraíba e Alagoas foi possível prender o suspeito.
“Começamos a investigar desde o dia do crime. A morte da professora – que era bastante querida na cidade – casou revolta e comoção na cidade. Fizemos levantamento de todas as informações e com a ajuda das policiais Civil de João Pessoa e Alhandra conseguimos contato com a polícia de Alagoas e logramos êxito na prisão de Joselias Pereira no local onde ele estava trabalhando”, revelou o policial.
O preso deverá se recambiado para a Paraíba nos próximos dias. “Já estamos em contato com as autoridades para trazê-lo para o estado nos próximos dias. Ele deverá cumprir pelo crime bárbaro. Foram dois anos de um trabalho árduo, mas graças a Deus conseguimos colocar na cadeia mais um homem que ceifou a vida de uma mulher trabalhadora”, comentou o tenente Bertuni.
O crime
De acordo com informações da Polícia Militar de Alhandra, Ana Flávia foi assassinada em março de 2012. Ela foi perseguida pelo ex-marido e ainda tentou correr dele, mas foi atingida por um golpe de faca nas costas.
Ela passou alguns dias internada no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas morreu em decorrência da gravidade do ferimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário