quarta-feira, 26 de março de 2014

Socialistas trocam farpas e Léa Toscano acusa líder do Governo RC de ‘comprar’ prefeitos


Socialistas trocam farpas e Léa Toscano acusa líder do Governo RC de ‘comprar’ prefeitos
A briga pelos votos do Brejo paraibano parece não ter limites, o mais novo capítulo foi protagonizado por sois socialistas, a deputada estadual Léa Toscano (PSB) foi a tribuna da Casa Epitácio Pessoa e endossou, denúncias do prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), de que o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Hervázio Bezerra (PSB), estaria tomando redutos eleitorais no brejo paraibano.


Segundo a ainda vice-líder do Governo Ricardo Coutinho (PSB), o líder Hervázio Bezerra agiu de má fé e teria lhe dado “apunhaladas pelas costas”. “Depois foi procurar outros prefeitos como Cuitegi. Não é correto. Você me apunhalou pelas costas”, bradou e continuou: ‘Peço mais uma vez, não use a minha família, o nome dos meus filhos. Família é a coisa mais importante da minha vida”, atacou Léa.


O alvo da discórdia foram os apoios consumados por Hervázio dos prefeitos de Caiçara, Jacaraú e Cuitegi, gestores que eram contabilizados pelo grupo Toscano que tem liderança na Região polarizada por Guarabira.


“Você sabe disso. E você esta repetindo a mesma coisa agora. Você foi ao prefeito de Caiçara, que poderia votar em mim, e você armou uma cilada para mim. Foi a pior facada que eu já levei na minha vida”, disparou a deputada que pode ser punida com a não disponibilidade de legenda por parte do PSB.


REAÇÃO: O líder Hervázio Bezerra reagiu com ironia aos ataques propagados pela família Toscano. “É preciso perguntarem se eles se venderam a mim e qual é o preço, não vou estabelecer um debate nesse nível! Isso de ficar dizendo que prefeitos não estão indo ao encontro (do PSDB) com medo de retaliação com o governador, esperando que ele (Ricardo) assine os convênios para poder romper, isso é uma agressão. Ou está chamando esses prefeitos de traidores ou covardes”, conta.


O líder também destacou que tem ligação com o brejo independente da ‘vontade’ de Toscano. “Se ele não quer ir de frente, bater em Ricardo,vem bater em mim que sou menor. Vá a Assembleia Legislativa Amanhã e vamos debater nós dois”, ironizou.


“Do jeito que ele tocar eu danço, a briga é de Zenóbio comigo, não é minha com ele! Quem conhece minha vida sabe que eu nunca proferi ataque gratuito para ninguém!”, atacou.


Henrique Lima 

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário