piemonte fm

sábado, 2 de abril de 2016

Filho de ex-prefeito e outros 8 são detidos suspeitos de planejar assalto na Paraíba

Detenções ocorreram através de uma operação da Polícia Civil de Mamanguape, a partir de denúncias recebidas através do número 197

Polícia | Em 01/04/16 às 20h24, atualizado em 02/04/16 às 00h49 | Por Gustavo Medeiros
Reprodução
Imagem Ilustrativa
Uma quadrilha composta por nove pessoas, sendo oito homens e uma mulher, dentre os quais, segundo a Polícia Civil, um filho de ex-prefeito, foi detida nas cidades de Pedro Régis, Jacaraú, Mamanguape e Lagoa de Dentro, sendo as três primeiras na microrregião do Litoral Norte da Paraíba e a última no Agreste, no fim da tarde desta sexta-feira (1º). O bando é suspeito de planejar um assalto. 



As detenções ocorreram através de uma operação da Polícia Civil de Mamanguape, a 62 km de João Pessoa, que fica responsável pelas ocorrências da região. 

“Identificamos a quadrilha após uma denúncia feita ao número 197”, disse o investigador Jônata, que participou da ação. Segundo ele, os primeiros membros do grupo foram encontrados na cidade vizinha de Pedro Régis, a 72 km da Capital, quando já se mobilizavam para a ação criminosa planejada. Ao serem interrogados, os suspeitos indicaram a localização dos demais envolvidos, que estavam nos outros municípios.

“Com a quadrilha foram apreendidos dois revólveres e uma metralhadora de calibre 40, de uso exclusivo de mergulhadores de combate da Marinha. Esta foi a segunda apreensão desse tipo de armamento neste semestre no Litoral Norte”, contou o investigador.

Com a mulher detida, foi encontrada uma moto roubada. Ela seria autuada por receptação, assinaria um Termo Circunstanciado de Ocorrência e seria liberada após depor na delegacia de Mamanguape. Os demais responderiam por tentativa de assalto, porte ilegal de arma, associação criminosa e formação de quadrilha. De acordo com a polícia, eles seriam conduzidos para prisões da região, principalmente a de Jacaraú, já que a cadeia pública de Mamanguape se encontra desativada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário