piemonte fm

terça-feira, 29 de março de 2016

PMDB da PB anuncia rompimento com o governo Dilma Rousseff

"A avaliação é a de que essa será a decisão que o diretório nacional tomará amanhã”, disse o deputado Hugo Motta, referindo-se à decisão que o PMDB tomará nesta terça-feira

Mais política | Em 28/03/16 às 21h42, atualizado em 29/03/16 às 08h24 | Por Redação
Marcos Oliveira/Agência Senado
José Maranhão
O PMDB da Paraíba, em reunião na noite desta segunda-feira (28), em Brasília, no gabinete do senador José Maranhão, presidente estadual do partido, decidiu, por unanimidade, romper a aliança política com a gestão da presidente Dilma Rousseff (PT), conforme já havia adiantado o Portal Correio. Outros 15 diretórios estaduais já haviam decidido pelo rompimento com o governo federal. A informação foi confirmada pelo senador Raimundo Lira, em comunicado oficial divulgado à imprensa. 



Os peemedebistas da bancada paraibana ocupam postos-chave no Congresso Nacional. O ex-governador José Maranhão é o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. O senador Raimundo Lira é o vice-presidente da Comissão de Assuntos Econômicos. O deputado federal Hugo Motta foi o presidente da CPI da Petrobras e é aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Já o deputado federal Manoel Júnior é suplente na Comissão do Impeachment. 

“A avaliação é a de que essa será a decisão que o diretório nacional tomará amanhã”, disse o deputado Hugo Motta, referindo-se à decisão que o PMDB tomará nesta terça-feira (29). A tendência é que o PMDB nacional formalize o rompimento com o governo Dilma e abra as portas para o apoio ao pedido de impeachment.

Nenhum comentário:

Postar um comentário