piemonte fm

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Vereadores de CG desmerecem por falta de provas CPI proposta por João Dantas contra Vené, e rejeitam pedido


Vereadores de CG desmerecem por falta de provas CPI proposta por João Dantas  contra Vené, e rejeitam pedido
 Proposta pelo vereador situacionista João Dantas (PSD) o pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades denunciadas pelo ex tesoureiro da PMCG  Rennan Trajano em contratos da com a empresa JGR Construções na gestão do ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), não conseguiu sequer ser apresentado, motivo os vereadores campinenses alegaram que as denúncias não apresentam provas concretas.

Os próprios vereadores da base que dá sustentação política ao prefeito Romero Rodrigues (PSDB), se recusaram a votar a favor da prova da CPI alegando que não existem provas concretas que incriminem o ex-prefeito campinense.

Ontem na sessão ordinária do Poder Legislativo, não houve a apresentação do pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito. O vereador João Dantas (PSD) encontrou dificuldades para conseguir oito assinaturas necessárias para solicitar a CPI. De um lado, alguns vereadores argumentaram que as denúncias de Rennan não foram acompanhadas de provas concretas, enquanto outros alegaram que é preciso incluir no pedido de CPI investigação dos vereadores da legislatura passada, posto que o ex-tesoureiro também denunciou que parlamentares receberam mensalinho para aprovar projetos enviados pelo Executivo e as contas do ex-prefeito

Um dos vereadores que se posicionou contra a CPI foi o ex-presidente da Casa, Nelson Gomes Filho (PRP), aliado do prefeito Romero Rodrigues (PSDB). "Eu não assino. Não tenho porque assinar esse pedido de CPI e não vejo motivos para isso" frisou Nelson.

Redação com JP

Nenhum comentário:

Postar um comentário