piemonte fm

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Suspeito de atirar em delegado foi condenado por homicídio, mas passou 20 anos foragido


Informação é do delegado seccional de Cajazeiras, George Wellington da Costa, que preside o inquérito policial
Polícia | Em 18/06/15 às 11h06, atualizado em 18/06/15 às 11h32 | Por Redação
Divulgação/Polícia Civil
Ele é procurado pela polícia da Paraíba
O comerciante Ivamar de Paiva Barreto apontado pelas investigações da Polícia Civil da Paraíba como autor dos tiros contra o delegado Leonardo Machado, 37 anos, foi condenado por homicídio no Rio Grande do Norte. A informação é do delegado seccional de Cajazeiras, George Wellington da Costa, que preside o inquérito policial. A tentativa de homicídio contra Machado ocorreu no sábado (13), na cidade de Uiraúna, a 464 km de João Pessoa.

Conforme levantamento feito pela Polícia Civil da Paraíba, Ivamar de Paiva tem um histórico de agressividade. “O comerciante foi condenado no Rio Grande do Norte por homicídio. Foi expedido o mandado de prisão contra ele, mas ficou foragido durante mais de 20 anos. Devido o tempo, o crime prescreveu e ele se apresentou após a prescrição. Mas, como a pena foi extinta, Ivamar ficou livre”, revelou George.
Pelo atentado contra o delegado, a justiça decretou a prisão preventiva de Ivamar. A decisão é do juiz plantonista da Comarca de Uiraúna, Renan do Vale. O responsável pelas investigações disse que um grande efetivo das polícias da Paraíba e Rio Grande do Norte continua diligenciando a procura do suspeito.
“Estamos no encalço dele. Mais de 50 policiais vistoriam cidades da PB e RN em busca do comerciante. Sabemos da dificuldade de encontrá-lo devido o histórico de fuga do suspeito. Mas, nossa inteligência está em campo. Quem tiver informações pode ligara para o 197 da Polícia Civil ou 190 da Polícia Militar”, avisou.
Leonardo Machado continua internado em estado grave no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O paciente está na UTI da unidade depois da cirurgia realizada no sábado (13) horas depois de ser baleado.
Crime
Segundo investigações da Polícia Civil, o delegado foi atingido com dois tiros em uma praça depois de uma discussão por causa de uma fila de supermercado. Consta no inquérito policial, que um teria passado na frente do outro o que gerou uma revolta. Quando Leonardo Machado saiu do estabelecimento para encontrar os familiares foi atingido por dois tiros nas costas.
A vítima foi socorrida pelo Samu para o Hospital Regional de Cajazeiras de onde foi transferido pelo Helicóptero Acauã, da Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, para o Trauma da Capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário