piemonte fm

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ricardo prestigia posse de Vital do Rêgo e destaca sua contribuição para TCU

Postado por Tião Lucena, 05 de Fevereiro de 2015 às 05:43


O governador Ricardo Coutinho prestigiou a posse do paraibano Vital do Rêgo Filho como ministro do  Tribunal de Contas da União, em Brasília, durante solenidade na manhã desta quarta-feira (4). Ricardo Coutinho compôs a mesa de autoridades ao lado do vice-presidente do Senado, Michel Temer, do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), do presidente do STF, Ricardo Lewandowski; do presidente do STJ, Francisco Falcão, do procurador geral da República, Rodrigo Janot e do presidente do TCU, Aroldo Cedras.
O governador Ricardo Coutinho comemorou a chegada do paraibano Vital do Rêgo Filho ao TCU, destacando a sua capacidade, experiência e trajetória na vida pública. "Para a Paraíba é uma grande honra e orgulho ter um ministro do quilate do ex-senador Vital do Rêgo. Acredito que, assim como fez na política, dará sua contribuição ao país, fazendo com que o TCU seja um órgão cada vez mais equilibrado na fiscalização e na aplicação eficiente dos recursos públicos".   
Em seu discurso de posse, o ministro Vital defendeu a importância do Tribunal de Contas e destacou que o "TCU é parceiro do Brasil".  Vital do Rêgo sustentou a defesa de um TCU pedagógico na orientação dos gestores dos Estados e municípios para o uso eficiente e transparente do dinheiro públicos.  "Agora, neste momento, a política está numa bela página virada da minha história. Espero contribuir para o país no exercício rigoroso de minha atribuição, que é fiscalizar a boa aplicação dos recursos públicos”, completou.
“É mais uma etapa e mais um desafio a ser enfrentado em minha vida, com muito otimismo, esperança e expectativa”, afirmou Vital, cuja nomeação para assumir uma vaga de ministro do TCU foi publicada na edição de 19 de dezembro do Diário Oficial da União. O decreto foi assinado pela presidente da República, Dilma Rousseff .
Vital deixou sua vaga no Senado no dia 22 de dezembro para assumir a cadeira no TCU em substituição ao ministro José Jorge, que se aposentou compulsoriamente ao fazer 70 anos. 
Em sua passagem pelo Senado, ele presidiu comissões importantes, dentre elas a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania; a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras em 2014; a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Cachoeira em 2012; a Comissão Mista de Planos e Orçamentos e a Comissão Externa para acompanhar os programas de Transposição e Revitalização do rio São Francisco. Foi também relator da Reforma do Código de Processo Civil e do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2015.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário