piemonte fm

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Previsão é de mais chuva no Sertão da Paraíba nesta quarta-feira

Previsão para as próximas 48 horas é de tempo instável e propício a pancadas de chuvas em boa parte do Estado, especialmente no Sertão e Alto Sertão

Cidades | Em 04/02/15 às 06h45, atualizado em 04/02/15 às 06h46 | Por Redação
Reprodução/Mais Patos
Canal do Frango, em Patos, ficou cheio com chuva
A cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, a 307 km de João Pessoa, registrou 83 milímetros de chuva durante a noite dessa segunda-feira (2) e madrugada dessa terça (3). Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba, choveu 60% do esperado para todo o mês de fevereiro e a previsão do tempo indica novas precipitações nesta quarta (4).

Além de Patos, foram registradas chuvas nos municípios de Manaíra (54,2 mm) Aparecida (23,8 mm), Paulista (22,8 mm), Santa Helena (22 mm) Vista Serrana (22 mm) e São Francisco (18 mm). De acordo com a meteorologista da Aesa, Carmem Becker, as precipitações ocorreram de forma isolada e ainda não foram observadas recargas significativas nos principais açudes públicos do Estado.

“Essas chuvas foram causadas por nuvens ‘convectivas’, que são originadas pelo calor e pela maior concentração de umidade presente no ar. Geralmente ocorrem entre os períodos da tarde e noite. A previsão para as próximas 48 horas é de tempo instável e propício a pancadas de chuvas em boa parte do Estado, especialmente no Sertão e Alto Sertão. Poderão ocorrer chuvas pontuais inclusive em áreas do Cariri/Curimataú”, informou.

A expectativa da meteorologista é de que a partir da segunda quinzena deste mês as chuvas sejam mais frequentes no semiárido paraibano. “Como estamos apenas no início do período chuvoso, que ocorre entre fevereiro e maio, espera-se que, no transcorrer do mês de fevereiro, as chuvas se tornem mais homogêneas”, acrescentou.

A previsão completa para cada região está disponível no site da Aesa, www.aesa.pb.gov.br, onde também são disponibilizados os níveis dos 124 açudes monitorados, a quantidade de chuva registrada nas principais cidades paraibanas, além de informações sobre autorização para uso da água bruta e participação nos comitês de bacias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário