piemonte fm

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Estudo mostra que PB é o estado onde mais cresceu a taxa de morte por acidentes no trânsito

Vítima mais recente foi o ex-diretor do TRE, Leonardo Lívio; pesquisa diz que a Paraíba teve um “surto” de 22% de aumento nos óbitos

Cidades | Em 12/01/15 às 07h01, atualizado em 12/01/15 às 07h09 | Por Jornal Correio da Paraíba
Jornal Correio da Paraíba
PB é o estado em que mais pessoas morrem em acidentes
O ex-diretor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Leonardo Lívio Ângelo, 39 anos, morreu vítima de um acidente de carro na madrugada deste domingo (11), na Avenida Epitácio Pessoa, na Capital. O acidente ocorreu por volta das 4h30. De acordo com a delegada Tereza Nogueira, do Distrito Integrado de Segurança Pública de Manaíra (Disp), o acidente teria ocorrido por condução em alta velocidade da própria vítima. O sepultamento acontecerá nesta segunda-feira (12), às 10h, no Cemitério Senhor da Boa Sentença, na Ilha do Bispo, em João Pessoa. 
O Mapa da Violência 2014 mostra que a Paraíba é o estado brasileiro onde mais cresceu a taxa de morte (por 100 mil) por acidente de transporte na população total entre 2011 e 2012 (com índice de 22,8%) e é o 2º do país com maior crescimento da taxa de jovens mortos no trânsito (25,8%). A morte de Leonardo Lívio mostra que a tendência de acidentes graves no trânsito – principalmente nos finais de semana e durante a madrugada quando as pessoas voltam de festas e baladas – continua sendo de crescimento. O estudo trata como “surto” e “eclosão da violência” na Paraíba.
Sobre o crescimento das mortes por acidentes de transporte na população total, a pesquisa, coordenada pelo sociólogo e especialista em violência, Julio Jacobo Waiselfisz, comenta que a Paraíba teve um “surto” de 22% de aumento nos óbitos. No caso da população jovem, o estudo destaca que a Paraíba teve “uma ‘eclosão de violência’ no transporte de sua população jovem, com um crescimento acima de 25% de um ano para outro”.
Leia matéria completa na edição desta segunda-feira do jornal Correio da Paraíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário