piemonte fm

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Paraíba registra seis mortes e uma tentativa de homicídio em um intervalo de 12 horas

Crimes se concentraram nas Zonas Sul e Oeste de João Pessoa e nos municípios de Aroeiras, Campina Grande, Pocinhos e Seridó

Polícia | Em 23/12/14 às 23h15, atualizado em 24/12/14 às 12h13 | Por Redação
Reprodução/portalaroeiraspb.blogspot.com
Aroeiras estaria sofrendo com rivalidade no tráfico
Seis homicídios e uma tentativa foram registrados na Paraíba, na noite desta terça-feira (23) e madrugada desta quarta (24). Dois crimes ocorreram em João Pessoa, nas Zonas Sul e Oeste. Já os outros assassinatos e a tentativa de homicídio aconteceram no Agreste do estado, nos municípios de Campina Grande, Pocinhos, Seridó e Aroeiras. 

Na comunidade Monsenhor Magno, no bairro Valentina de Figueiredo, Zona Sul de João Pessoa, um homem que ainda não havia sido identificado, aparentando, segundo a polícia, ter de 30 a 35 anos, morreu após sofrer três disparos de arma de fogo, na rua Assis Chateaubriand. A PM informou que não houve testemunhas do crime, apesar de ter acontecido em plena via pública. Pessoas relataram aos oficiais apenas ter escutado os tiros, mas não souberam descrever quem poderia ter cometido o ato.

Na rua Coronel Estevão d'Ávila Lins, em Cruz das Armas, Zona Oeste da Capital, um vigia de rua de 29 anos foi assassinado com quatro tiros. Moradores informaram à PM que a vítima era uma pessoa de bem e que tinha personalidade forte. No momento do crime, ele estava realizando cobranças pelos serviços de vigilância que executava. Segundo a polícia, nesse momento, uma dupla de moto teria chegado e procedido com a execução.

A PM levanta a hipótese de que traficantes estariam incomodados com os trabalhos da vítima. Ano passado, segundo a corporação, um outro vigilante do local foi executado, nas proximidades do Mercado Central de João Pessoa.
No Agreste 
Em Aroeiras, um jovem de 21 anos morreu após sofrer três tiros na feira central do município. Os disparos atingiram a porção esquerda do tórax, a perna direita e o braço do mesmo lado. Segundo o sargento Ivanildo, da PM da cidade, o crime estaria envolvido com o tráfico de drogas na região. “Existem três grupos brigando pelo tráfico. É provável que o jovem tenha sido morto por integrantes de um grupo rival”, disse.

Na ocasião, outro jovem que ainda não havia sido identificado teria, de acordo com a PM, sofrido um tiro no braço. “Ele fugiu e se escondeu. Não sabemos quais as dimensões do ferimento e a Polícia Civil está fazendo investigações para encontrá-lo e tentar identificar os possíveis autores do crime”, contou o sargento. A polícia acredita que os criminosos usaram uma moto na ação.
Por volta das 19h, um jovem de 29 anos foi morto a golpes de faca peixeira em um sítio situado no município de Pocinhos. O suspeito de praticar o crime é um inquilino do sogro da vítima. Segundo a Polícia Militar, o suspeito teria instalado uma ligação clandestina de energia, conhecida popularmente como “gato” na propriedade. A irregularidade foi solucionada recentemente por uma equipe da Energisa, o que teria deixado o suspeito irritado. Conforme a PM, a hipótese mais provável é de que a vítima tenha denunciado a ligação clandestina à concessionária de energia, o que teria motivado o crime. Viaturas fizeram rondas nas imediações do local onde ocorreu o assassinato, mas o suspeito não foi localizado.
Às 21h, uma pessoa de idade e identidade não divulgada foi morta a golpes de arma branca na cidade de São Vicente do Seridó. A vítima estava em um bar quando foi ferida por quatro punhaladas. Ela chegou a ser socorrida por uma viatura do Samu, mas morreu minutos após dar entrada no hospital. A polícia ainda investiga a autoria e motivações do crime.
Em Campina Grande, um homem de 31 anos foi assassinado com um tiro na cabeça na madrugada desta quarta-feira (24). O crime foi registrado no bairro da Liberdade, por volta da meia-noite. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi abordada por indivíduos em três motocicletas e foi atingido por um único disparo na cabeça. O corpo da vítima foi levado para o Instituto de Medicina Legal e a polícia ainda investiga a autoria e motivações do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário