piemonte fm

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Promotor vê ‘in loco’ caos do lixo no Conde e Tatiana pode perder o cargo

Postado por Tião Lucena, 10 de Novembro de 2014 às 10:42


Por Marcos Maivado Marinho
O promotor de Justiça de Alhandra, Raniere Silva Dantas, realizou sexta-feira uma visita ao município do Conde depois de receber denúncias formuladas por três associações comunitárias a respeito de irregularidades na coleta e destinação do lixo na cidade.
As queixas são de que os resíduos sólidos não estão sendo encaminhados ao aterro sanitário intermunicipal, mas sendo despejados em um “buracão” na praia de Carapibus junto a nascentes de rios, conforme divulgado com fotografias por este portal meses atrás.
As associações também denunciaram falhas na coleta do lixo, já que a prefeitura só estaria recolhendo os resíduos das avenidas principais do Município e deixando os demais bairros negligenciados.
Por causa das queixas foi instaurado um inquérito civil público contra a prefeitura do Conde, que negou as falhas alegando que os problemas relacionados ao lixo já teriam sido sanados.
Já a Sonata (Sociedade Naturista de Tambaba), a Associação de Moradores da Praia de Tabatinga e a Associação Comercial e Industrial do Conde garantem que as irregularidades permanecem.
No fim da manhã, o promotor se dirigiu ao Conde e averiguou ‘in loco’ a situação para analisar as providências cabíveis.
Na quinta-feira o promotor tomou depoimento do empresário Eraldo Vasconcelos, diretor da empresa Montreal, que em agosto deixou de recolher o lixo no Conde por conta de três meses de atraso no pagamento pelos serviços que prestava à prefeitura.
A PALAVRA teve acesso ao depoimento e aos documentos levados à promotoria pelo empresário e oportunamente os divulgará. Trata-se realmente de uma “bomba”, com poder capaz inclusive de motivar processo de cassação da prefeita Tatiana Correia por crime de improbidade administrava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário