piemonte fm

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Jovem suspeito de arrombar casas é morto e tem corpo jogado na porta de hospital na Paraíba

Dois jovens foram presos e um veículo apreendido após perseguição policial

Polícia | Em 15/10/14 às 09h37, atualizado em 15/10/14 às 09h52 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ Vinicius Vera
Gol apreendido pela PM
Um jovem de 20 anos suspeito de participar de arrombamentos de casas no Curimataú da Paraíba foi assassinado a tiros na noite dessa terça-feira (14), na cidade de Barra de Santa Rosa, a 201 km de João Pessoa. O corpo da vítima foi jogado na porta do hospital pelos comparsas.
De acordo com o tenente Sílvio Monteiro, do 9º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, por volta das 23h, um veículo Gol Branco com quatro homens chegou em frente da Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade e jogaram um corpo na calçada da UBS, que serve como hospital. O carro estava com parte da frente danificada.
“Os comparsas rondaram a cidade em busca de socorro para o amigo. Quando chegaram em frente da unidade jogaram o corpo do rapaz lá. O grupo é suspeito de arrombamentos de casa em cidades do Curimataú e por não saber onde era o hospital, acreditamos que os rapazes são de outras cidades. A gente já estava monitorando esse pessoal após relatos de moradores sobre assaltos e arrombamentos”, falou o policial.
Ainda de acordo com o oficial, a Polícia Militar entrou em diligência e encontrou cápsulas de espingarda calibre 12 em um sítio na zona rural de Barra de Santa Rosa. A casa de uma fazenda estava arrombada. “Acreditamos que houve uma troca de tiros e o rapaz foi baleado”, disse.
Policiais da região entraram em diligência e conseguiram localizar o veículo utilizado para levar o corpo até o hospital. “Contactamos os companheiros de farda de outras cidades e de posse das informações, o Gol com três jovens foi interceptado na cidade de Solânea. Dois foram presos e um conseguiu fugir. Dentro do automóvel tinha marcas de sangue no banco traseiro. Um revólver foi apreendido”, confirmou o tenente Monteiro dizendo que eles foram levados para a delegacia de Solânea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário