piemonte fm

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Idosa passa mal e morre dentro de aeroporto na Paraíba; Samu atesta falta de posto médico no local

Parentes foram em busca dos primeiros socorros no aeroporto, mas funcionários informaram que não havia um posto médico para o atendimento de urgência
Cidades | Em 11/09/14 às 08h38, atualizado em 11/09/14 às 10h09 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ TV Correio
Samu fazendo o socorro
Uma idosa de 81 anos passou mal e morreu na madrugada desta quinta-feira (11) no saguão do Aeroporto Internacional Castro Pinto, na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, vítima de uma parada cardiorespiratória. No local não há posto médico, conforme atestou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com testemunhas, a mulher estava na companhia de familiares quando passou mal no momento que realizava o check-in. Parentes foram em busca dos primeiros socorros no aeroporto, mas funcionários informaram que não havia um posto médico para o atendimento de urgência.
O Samu foi acionado e durante quase uma hora tentou reanimar a idosa, mas ela não respondeu aos estímulos e morreu. Em entrevista a TV Correio, a médica do Samu, Ana Cláudia, que atendeu a ocorrência, disse que se tivesse um posto no local para os primeiros atendimentos a mulher poderia ter sobrevivido.
" As autoridades têm que ter consciência de quem em aeroporto, shopping tem que ter um posto de primeiros socorros com um médico, desfibrilador e toda medicação para reanimar vítimas de infarto, parada cardiorrespiratória, por exemplo", lembrou a médica. 
O corpo foi levado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO), em João Pessoa, onde será periciado na manhã desta quinta (11) para ser liberado para sepultamento. 
Portal Correio encontrou em contato com o representante da Infraero na Paraíba e foi informado que a ligação seria retornada, mas até o momento ninguém retornou para prestar esclarecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário