sábado, 19 de julho de 2014

Major Fábio revela bastidores do convite do PMDB para ocupar vicel e elenca motivos da rejeiç


 Major Fábio revela bastidores do convite do PMDB para ocupar vicel e elenca motivos da rejeição
O receio de ser “jogado na vala comum” da política, onde a incoerência reinaria, evitou que o deputado federal Major Fábio (PROS) ocupasse a vice na chapa do senador Vital do Rêgo (PMDB) na disputa pelo Governo da Paraíba. Pelo menos foi essa a justificativa do parlamentar para não aceitar o convite para ocupar a vice na chapa de Vitalzinho.

Major Fábio havia anunciado a renúncia da disputa pela reeleição para poder disputar o Governo da Paraíba, no entanto, em certo momento da pré-campanha chegou a ser anunciado como o vice na chapa do PMDB. Ele disse que temeu ser tachado como os políticos que ele tanto condena, que ora dizem uma coisa, ora fazem outra.

“Há mais de um ano eu disse que seria candidato ao Governo da Paraíba, na reta final para as coligações nós tivemos vários convites, recebi inclusive convites para disputar a reeleição para a Câmara Federal, mas eu já tinha dado a minha palavra e os últimos acontecimentos, os rompimentos, as aproximações dos outros partidos, as mudanças de discursos me motivaram a manter a minha palavra, a mostrar que eu não sou igual àqueles”, falou.

O parlamentar disse que entrou na política para poder dar esperança ao povo e não para ser incoerente. Indagado se temia ser jogado na vala comum, onde a maioria dos políticos está desacreditada, o deputado não titubeou e disse que sim.

“Exatamente, temi ser jogado na vala comum, imaginei como é que eu ia olhar para os paraibanos, para os jovens depois de ter defendido uma candidatura e na reta final me aliar a outra, tenho compromisso com a juventude, com o povo, quero ser uma esperança e não mais um político no cenário”, disse.

Mesmo sem muitos recursos de campanha, o deputado disse que não vai desanimar. “Nossa campanha será humilde, mas será honesta e com transparência, os outros candidatos têm valores astronômicos para gastar, eu, por exemplo, fiz o meu jingle com a voz do meu filho, ele é o cantor e ficou um xote maravilhoso”, destacou.

Major Fábio foi o entrevistado desta sexta-feira (18) do programa Tambaú Debate.


PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário