RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Jogar pelo Flamengo? Podolski brinca: “No futebol nunca se pode dizer não”



Lukas Podolski colocou a camisa do Flamengo, usou as redes sociais para pedir o apoio dos rubro-negros durante a Copa do Mundo e mostrou-se um alemão bastante brasileiro. A pergunta, então, se fez necessária durante a zona mista após a vitória e título sobre a Argentina, neste domingo, no Maracanã: o atacante gostaria de jogar no clube da Gávea? Ele sorriu:

- Eu quero ficar na Europa nos próximos anos, mas quando acabar o meu contrato nós vamos ver. Eu sempre digo: amo esse país aqui, as pessoas aqui, e o que acontece nos próximos anos vamos ver. Podemos escolher muitos países para jogar, o Flamengo também tem as mesmas cores que a nossa camisa, também tem o mesmo fornecedor de material, o Rio é uma grande cidade com grandes pessoas. No futebol você nunca pode dizer não.
Podolski comemoração vestiário Alemanha (Foto: Getty Images)Lukas Podolski faz a festa no vestiário da Alemanha após o título (Foto: Getty Images)


Mesmo tendo jogado apenas 54 minutos em todo o Mundial, Podolski tornou-se numa das personalidades e ganhou o carinho dos brasileiros. O sentimento, garante ele, é recíproco:
- Foi um grande torneio aqui. Um grande país, grandes pessoas, é por isso que eu apoio as pessoas aqui, também as cidades que jogamos. As pessoas sempre estavam dispostas a nos ajudar, também nos divertimos bastante e aproveitamos. Foi uma perfeita escolha da Fifa de colocar a Copa aqui no Brasil. E agora temos a Copa.
Podolski não descartou inclusive passar suas férias no Rio de Janeiro. A comemoração começou a partir do apito final do italiano Nicola Rizzoli.
Foi um grande torneio aqui. Um grande país, grandes pessoas, é por isso que eu apoio as pessoas aqui, também as cidades que jogamos. As pessoas sempre estavam dispostas a nos ajudar, também nos divertimos bastante e aproveitamos. Foi uma perfeita escolha da Fifa de colocar a Copa aqui no Brasil
Podolski
- Não há tempo para descansar quase. Em três semanas eu volto aos treinos no Arsenal e você sabe, nos próximos dias vamos celebrar a Copa do Mundo. Voltaremos ao hotel, eu não bebo álcool (risos). Na segunda voltamos para a Alemanha e nos unimos a nossos torcedores e as férias começam. Talvez no Rio (risos).

O jogador do Arsenal explicou ainda por que fez tanto sucesso nas redes sociais. E realmente se mostrou fã das novelas da TV Globo.

- Eu não posso escrever em português, então eu mando a mensagem em inglês e um amigo traduz (confira aqui a reportagem com Douglas Santos, o responsável por comandar os perfis do alemão). Não temos muito a fazer, pois temos treinos, jogos, ficar no hotel, mas tem a TV brasileira no quarto, também tenho muitos amigos no Rio que vieram de Londres. Estamos juntos, gosto dos brasileiros, todos estão na praia, praticando esportes, se divertindo.

Aos 29 anos, Podolski reconheceu que não tem vaga cativa na seleção alemã e sabe que sua presença no Mundial da Rússia, em 2018, é mais que incerta, talvez improvável. Por isso tratou de comemorar bastante a primeira conquista pelo país:

- Foi talvez a minha última chance. Em 2004 eu cheguei e dez anos depois veio o título. É por isso que você joga futebol. E agora eu tenho a Copa - encerrou.
Podolski posta foto recebendo beijo de Schweinsteiger após título alemão (Foto: Reprodução/Twitter)
Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário