piemonte fm

terça-feira, 17 de junho de 2014

17 ANOS DO ROMPIMENTO DA TRAGÉDIA DE CAMARÁ EM ALAGOA GRANDE PB

Camará. A palavra que se refere à planta nativa brasileira ganhou outra referência para mais de 28 mil habitantes da cidade de Alagoa Grande, a 119 km de João Pessoa. Para eles, Camará é sinônimo de desespero e morte, desde que a barragem rompeu no dia 17 de junho de 2004 e lançou em torno de 17 milhões de metros cúbicos de água que percorreram, aproximadamente, 25 quilômetros até invadir as ruas da parte baixa de Alagoa Grande, Areia, Alagoa Nova e Mulungu.
Na memória dos moradores do Brejo ficou o registro e a angústia de três mil desabrigados, segundo dados da Prefeitura de Alagoa Grande, que ainda tentam esquecer a noite da tragédia, as cinco mortes e parte da história de cada um destruída pela força das águas. “Foi de repente. A gente percebeu que não era uma enchente normal. A ponte começou a encher d'água até que avisaram que a barragem de Camará tinha estourado”,
fonte:G1
Adicionar legenda


Hoje a TV Correio vai mostrar, uma matéria as 19:30 sobre a tragédia de camará, que destruiu muitas famílias de Alagoa Grande, o radialista Sátiro Ayres deu entrevista falando dos 10 anos da tragédia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário