segunda-feira, 5 de maio de 2014

Romero nega pressão para tirar irmão da disputa por vaga Federal e defende flexibilização de Rômulo e do PSD


O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), negou, em
 entrevista nesta segunda-feira (05) a existência de pressão por parte dos aliados para que seja retirado o nome do seu irmão, Moacir Rodrigues (PSD), da disputa por uma vaga na Câmara Federal nas eleições estaduais 2014. “Isso não existe, o diálogo que eu tive com Rômulo não houve pauta nesse sentido”, disse.Romero nega pressão para tirar irmão da disputa por vaga Federal e defende flexibilização de Rômulo e do PSD

Romero disse apoiará o irmão na disputa pela Câmara Federal mesmo ele integrando a base que dará apoio ao projeto de reeleição de Ricardo Coutinho (PSB).

O prefeito lembrou que em sua trajetória política nunca apoiou um candidato que pertencia a outro grupo política, senão o dele, porém em 2014 haverá essa exceção. Mesmo apoiando a candidatura de Cássio ao Governo do Estado, Romero, pela primeira vez, apoiará um candidato que segue Ricardo Coutinho, pois o PSD integra a base que dá sustentação ao Governo.

“Evidentemente se Moacir faz parte do grupo de Rômulo, a razão lógica recomenda que tenhamos um alinhamento com o vice governador, no entanto aos demais membros da chapa perdoe-me, mas só vou apoiarMoacir”, contou Romero

Para Romero, o vice governador Rômulo tem que flexibilizar e autorizar publicamente que os candidatos do PSD estão livres para formar arco de alianças e apoio. “Ele tem que flexibilzilizar para eu tomar a decisão, do contrario não haverá lógica a decisão de permitir uma candidatura”, retrucou.


Com informações de Henrique Lima

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário