piemonte fm

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Após matar amigo, homem é preso e tem carro incendiado pela população na Paraíba

Acusado pelo homicídio foi levado para a Delegacia de Crimes Contra Pessoa (Homicídios) onde foi autuado em flagrante pelo crime
Polícia | Em 15/05/14 às 21h06, atualizado em 15/05/14 às 23h53 | Por Hyldo Pereira
Divulgação/ Polícia Militar
Arma usada no homicídio
Um homem de 69 anos foi preso em flagrante quando tentava fugir após matar João Batista dos Santos, com quem passou o dia consumindo bebida alcoólica em frente de casa. O crime ocorreu na noite desta quinta-feira (15), no bairro do Açude, na cidade de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. Durante a fuga, o acusado capotou um veículo. A população se revoltou com o crime e ateou fogo do carro do responsável pelo assassinato, conforme revelou o capitão M. Lima.
De acordo com o tenente coronel, Júlio Cesar, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, vítima e acusado eram amigos e ingeriam bebida alcoólica quando começou a discussão. “Testemunhas disseram que a vítima – que trabalhava como marceneiro – realizava trabalhos para o acusado. Após passarem o dia todo bebendo, eles discutiram e Geraldo Tavares sacou uma arma e efetuou vários disparos contra João Batista dos Santos”, disse.
A vítima morreu na hora. Ainda de acordo com a polícia, Geraldo Tavares tentou fugir após o assassinato, mas ao tirar o carro de casa capotou o veículo. “Após o capotamento, ele pegou outro carro, um Bugre, e fugiu. Entramos em diligência e conseguimos prendê-lo no bairro Tibiri Fábrica e apreender um revólver calibre 38 com seis munições deflagradas”, comentou o coronel.
O acusado pelo homicídio foi levado para a Delegacia de Crimes Contra Pessoa (Homicídios) onde foi autuado em flagrante pelo crime. A prisão foi feita pela guarnição comandada pelo cap. M lima, sargento Assis e os soldados Cojezo e Viana. 
Bugre usado na fuga do acusado
Foto: Bugre usado na fuga do acusado 
Créditos: Reprodução/ Bayeux Jovem

Nenhum comentário:

Postar um comentário