quarta-feira, 26 de março de 2014

Pai e filho são presos após montar emboscada e matar irmãos assaltantes na Paraíba, diz PC

Francisco Rodrigues e Cristiano Rodrigues confessaram o crime, levaram a polícia ao local onde guardaram as armas utilizadas para matar as vítimas
Polícia | Em 25/03/14 às 21h15, atualizado em 26/03/14 às 00h01 | Por Hyldo Pereira
Divulgação/ Polícia Civil
Pai e filho confessaram o crime
O assassinato dos irmãos José Nilton Costa da Silva, 27, e Ednaldo Costa Silva, 18 anos, ocorrido no dia 23 março deste mês, na cidade de Solânea, no Brejo do estado, foi elucidado na tarde desta terça-feira (25), com a prisão de pai e filho, na mesma localidade onde ocorreu o duplo homicídio. Eles confessaram o crime, levaram a polícia ao local onde guardaram as armas utilizadas para matar as vítimas e revelaram que mataram porque a dupla era assaltante.
O delegado Diórgenes Fernandes, que comandou o inquérito, disse que após a morte dos irmãos, a Polícia Civil abriu investigações e na cena do crime encontrou indícios de execução. A medida que depoimentos eram colhidos e objetos encontrados no local onde os corpos foram achados, os policiais concluíram que Francisco Rodrigues dos Santos, 68 anos, e Cristiano Rodrigues dos Santos, 31 anos, montaram uma emboscada e mataram os irmãos.
“Colhemos depoimentos, fizemos levantamento no local do crime e durante interrogatório pai e filho entraram em contradição diversas vezes. Quando eles perceberam que não dava mais como negar, os dois confessaram e revelaram detalhes de como fizeram a emboscada para matar os irmãos, que teriam assaltados a propriedade dos acusados horas antes do crime”, revelou o delegado.
Os acusados disseram que às vítimas eram assaltantes e roubaram da casa deles diversos objetos, que foram encontrados perto dos corpos. Eles ainda revelaram que ficaram a espera dos irmãos dentro do mato para executá-los. “Pai e filho fizeram uma espécie de tocai para pegar quem teriam roubados os objetos. Quando os assaltantes voltaram para pegar o material, foram surpreendidos a tiros e morreram na hora. Os acusados ainda roubaram a arma dos irmãos mortos”, concluiu Diórgenes Fernandes.
Francisco Rodrigues e Cristiano Rodrigues foram presos em casa na zona rural de Solânea e serão levados para o Presídio Padrão da cidade de Guarabira. Um terceiro envolvido no crime deverá ser indiciado.
 Francisco Rodrigues desmonstrando como ficou escondido na mata
Foto: Francisco Rodrigues demonstrando como ficou escondido na mata
Créditos: Divulgação/ Polícia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário