piemonte fm

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Paraíba registra 143 mortes por câncer de mama em 2015, diz SES

Caminhada marca início da campanha "Outubro Rosa" nesta quinta. 

Concentração será na sede do Centro do Diagnóstico do Câncer.

Do G1 PB
Ações do "Outubro Rosa" seguem até o dia 31 de outubro (Foto: Adonias Silva/G1)Ações do "Outubro Rosa" seguem até o dia 31 de outubro (Foto: Adonias Silva/G1)
Começa na manhã desta quinta-feira (1º) em João Pessoa mais uma edição da campanha "Outubro Rosa". Uma caminhada, que está prevista para começar por volta das 9h30 da manhã, marca o início das atividades do mês de conscientização para a luta contra o câncer de mama. Autoridades, profissionais da saúde, representantes de ONGs e a população em geral são esperadas na caminhada.
A concentração será na sede do Centro do Diagnóstico do Câncer (CEDC) na Av. Duarte da Silveira, no Centro, e a saída está prevista para as 9h30, em direção à sede da SES, na Av. Pedro II, na Torre, onde será realizada a abertura oficial, com apresentação do grupo Prima e um café da manhã. Durante a concentração, terá um mastologista do CEDC, dando informações sobre  prevenção.
A campanha acontece todos os anos em todo estado para incentivar as mulheres a procurarem as Unidades de Saúde da Família (USF), dos seus municípios e realizarem exames de mamografia de rastreamento. O alvo da campanha são mulheres na faixa etária de 50-69 anos e busca prevenir contra o câncer de mama, o que mais acomete as mulheres, tanto em países desenvolvidos, como em desenvolvimento.
“A mamografia fora desta faixa etária, também pode ser realizada para efeito de diagnóstico, desde que a paciente apresente sintomas ou histórico de câncer na família e é feita conforme solicitação médica”, explicou a coordenadora estadual de Saúde da Mulher, Flávia Barbosa.
O nome “Outubro Rosa” remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama. O propósito é chamar a atenção para a importância do cuidado com o corpo, com ênfase nas mamas, por parte das mulheres.
De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, durante todo o mês de outubro, o Centro do Diagnóstico do Câncer oferecerá atendimento às mulheres com suspeita ou diagnóstico de câncer de mama, para acompanhamento e encaminhamento aos serviços especializados, quando necessário.  O Centro recebe toda a demanda do estado e conta com profissionais para os procedimentos de diagnósticos, além de laboratórios de citologia e patologia que auxiliam na confirmação do diagnóstico.
Segundo dados enviados pela Secretaria de Saúde estadual foram registrados, em 2015, 143 mortes por câncer de mama no estado. Em 2014, foram 241 e em 2013, foram 212 mortes. Ainda segundo a SES, para os anos de 2014 e 2015 são esperados, na Paraíba, 750 casos novos. Em João Pessoa, estima-se 260 casos novos e com um risco estimado de 66,48 a cada 100 mil mulheres.
Dados do DataSus apontam que de janeiro a junho de 2015 foram registrados 31 mortes por neoplasia da mama na Paraíba e 18 mortes por neoplasia do colo do útero.
Os principais fatores de risco para desenvolver o câncer de mama são o envelhecimento, a vida reprodutiva da mulher, história familiar de câncer de mama, sedentarismo, idade, entre outros. O objetivo da detecção precoce é reduzir a mortalidade por câncer de mama, por meio do exame clínico anual, a partir dos 40 anos e da mamografia, no máximo, a cada dois anos, para mulheres de 50 a 69 anos.
Uma das ações da Atenção Básica dos municípios é destinada ao cadastro e identificação das mulheres, a partir dos 40 anos, para desenvolver ações de promoção, prevenção, rastreamento/detecção precoce e cuidados paliativos.
De acordo com o Ministério da Saúde, a concentração mínima de mamógrafos por área geográfica, na Paraíba, deveria ser de 16 mamógrafos. Segundo a SES, na Paraíba existem 30 mamógrafos funcionando em convênio com o SUS, destes, 18 são da rede privada e 12 da rede pública, localizados em João Pessoa, Campina GrandeSanta RitaGuarabiraMonteiro,PatosItaporangaCatolé do RochaSousa, Princesa Izabel e Pombal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário