piemonte fm

terça-feira, 28 de julho de 2015

Vereador denunciado por ex-tesoureiro confirma assinatura nos cheques, mas garante: procedimento é praxe

Fonte:Blog Simone Duarte/ Postagem: Satiro Coelho Ayres
lafiteNa entrevista concedida pelo ex-tesoureiro da Prefeitura de Campina Grande, Renan Trajano, ao jornal Folha de São Paulo, ele citou que o vereador licenciado e atual secretário de Ciência e Tecnologia da PMCG, Hercules Lafite (PSC), foi responsável por assinar alguns cheques, juntamente com o antigo secretário de Finanças, Júlio Cesar Câmara Cabral.
Em resposta, Lafite (foto) disse que as assinaturas foram feitas de fato, porém explicou que é de praxe o segundo funcionário, depois do secretário, fazer a rubrica dos cheques referentes a um processo licitatório ou empenho.
– O empenho chega nas mãos do secretário de Finanças que atesta todo processo licitatório, certidões, se certifica da pessoa ou funcionário que recebeu o produto, e passa para o segundo funcionário, que no caso, é o tesoureiro da prefeitura. Na época Renan se encontrava de licença e eu como diretor de Arrecadação, o processo chegou nas minhas mãos com cheques para assinar, e eu os assinei– explicou Lafite.
O secretário afirmou ainda que não pretende acionar Trajano ou o site da Folha na justiça pela citação do nome dele no vídeo, mas se intimado pela Justiça deve prestar os esclarecimentos devidos.
Hércules Lafite foi citado na entrevista por Renan Trajano como sendo o responsável por assinar alguns cheques no lugar dele.
Renan explicou no vídeo que o fato aconteceu depois que Veneziano Vital do Rêgo e Vital Rêgo Filho, deixaram de confiar nele.
As informações repercutiram na Rádio Correio FM.
Paraibaonline

Nenhum comentário:

Postar um comentário