piemonte fm

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Ricardo é recepcionado pela direção nacional da Record e recebe prêmio em São Paulo

Ao lado do governador, durante a visita em São Paulo, Roberto Cavalcanti e Beatriz Ribeiro destacaram a força que a Record tem em todo o Brasil e o trabalho em conjunto com as afiliadas, como a TV Correio HD

Imprensa | Em 02/07/15 às 13h52, atualizado em 02/07/15 às 15h43 | Por Redação
Portal Correio
Governador almoçou com representantes da Rede Record
O governador Ricardo Coutinho (PSB) foi recepcionado, nesta quinta-feira (2), em São Paulo (SP), pelo presidente da Rede Record, Luiz Cláudio Costa, e pelo vice-presidente da empresa, Marcelo Silva. O governador estava acompanhado do secretário de Comunicação Institucional, jornalista Luis Torres, do diretor-presidente e da diretora executiva do Sistema Correio de Comunicação, empresário Roberto Cavalcanti e Beatriz Ribeiro.


Quem também participou da recepção à comitiva foi o diretor de afiliadas da Rede Record, André Dias. Os diretores da emissora destacaram as parcerias feitas com o a TV Correio, afiliada da Record na Paraíba, e a boa imagem do Estado através do trabalho da emissora que tem sede em João Pessoa.

O governador Ricardo Coutinho, após almoço com todos os executivos da Rede Record, concedeu entrevistas a Record News (canal por assinatura da emissora) e para o Portal R7. O jornalista Heródoto Barbeiro foi quem comandou as entrevistas com Ricardo, que serão exibidas nacionalmente na grade de programação das duas empresas de comunicação.

Roberto Cavalcanti e Beatriz Ribeiro destacaram a força que a Rede Record tem em todo o Brasil e o trabalho que é feito em conjunto com as afiliadas, como a TV Correio HD. Eles lembraram que , recentemente, tiveram a oportunidade de recepcionar dirigentes da Record e publicitários de todo o país, que conheceram as festas juninas e os principais pontos turísticos da Paraíba.

Após a recepção na Rede Record, o governador Ricado Coutinho segue para Campinas (SP), onde receberá o Prêmio Selo de Mérito 2015, conquistado com os projetos Energia Solar Fotovoltaica e Cidade Madura, que venceram nas categorias “Projetos de Impacto Regional” e “Projetos Focados no Atendimento de Grupos Específicos”, respectivamente. A Paraíba concorreu com mais de 20 projetos inscritos de todas as regiões do país.

O evento é promovido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU), tendo como objetivo promover, estimular e divulgar os projetos relevantes dos Estados e Municípios no âmbito da habitação de interesse social, entre outros objetivos.

A premiação e exposição dos projetos vencedores acontecem durante o 62º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, promovido pela ABC e pelo FNSHDU. O evento contará com a participação do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, de representantes da Caixa Econômica Federal, de universidades, entidades publicas e privadas e da sociedade civil.

Os projetos foram julgados por uma comissão formada por representes do Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília (UnB). A premiação este ano também irá contemplar 10 projetos que se destacaram e que são exemplos que podem ser replicados nos demais estados da federação. Esta é a terceira vez que a Paraíba recebe a premiação.

Cidade Madura


A gerente de fiscalização de obras da Cehap, Thais Christine Silva dos Santos, informa que o Cidade Madura foi um projeto pioneiro no Brasil, pensado pelo Governo do Estado ainda na primeira gestão do governador Ricardo Coutinho. “Foi um pioneirismo na gestão pública de habitação voltada ao idoso”, afirmou a gerente.

A elaboração do projeto foi feita em 2011 e a obra foi iniciada em 2013, em João Pessoa, com inauguração em julho de 2014. Em Campina Grande, outro projeto do Cidade Madura foi inaugurado recentemente, em maio deste ano.

Energia Solar

O uso da energia solar fotovoltaica começou como um projeto piloto da Cehap, que o implantou em casas populares no bairro de Mangabeira, na Capital. Com isso, as famílias residentes conseguiram até 70% de redução do consumo médio de energia elétrica.

Em maio de 2015, o Governo do Estado lançou o manual “Construção Consciente”, que fixa diretrizes para a utilização de tecnologias sustentáveis para a habitação de interesse social no Estado. O engenheiro eletricista da Cehap, Diego Perazzo, informou que estudos para o projeto de Energia Solar Fotovoltaica datam de 2011, quando a Companhia avaliou o Plano de Habitação do Programa “Minha Casa, Minha Vida II”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário