piemonte fm

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Morre um dos vigilantes assaltados em cemitério da Capital; vítima sofreu tiro na cabeça

Vigilantes conversavam com um motorista e o cobrador de um ônibus que havia quebrado em frente ao cemitério quando foram surpreendidos pelos bandidos. A outra vítima foi baleada na perna, mas passa bem

Polícia | Em 29/01/15 às 21h13, atualizado em 29/01/15 às 23h07 | Por Halan Azevedo
Reprodução/Whatsapp/Operacionais PB 24h
Vigilantes baleados trabalhavam no cemitério
Morreu o vigilante que foi baleado na cabeça, na noite desta quinta-feira (29), durante um assalto no Cemitério São José, no bairro de Cruz das Armas, Zona Oeste da Capital. As vítimas trabalhavam no cemitério e foram rendidos por dois homens armados que anunciaram o assalto, balearam os vigilantes e roubaram uma das armas. O outro vigilante, ferido na perna, passa bem.



Segundo o sargento Evangelista, do 1º Batalhão da Polícia Militar, os vigilantes conversavam com um motorista e o cobrador de um ônibus que havia quebrado em frente ao cemitério quando foram surpreendidos pelos bandidos.
“Soubemos que os bandidos aproveitaram o ônibus quebrado para se aproximar sem serem vistos. Eles anunciaram o assalto, os vigilantes levantaram as mãos, mas mesmo assim um deles foi baleado na cabeça e o outro na região das pernas”, afirmou o sargento.

Ainda segundo o sargento, uma testemunha confirmou que os vigilantes não esboçaram reação. “Uma testemunha disse que os vigilantes levantaram as mãos e não esboçaram nenhuma reação. A vítima baleada na cabeça caiu desacordada e o que foi baleado nas pernas fingiu que estava morto para não sofrer outro disparo”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário