piemonte fm

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Família de menina morta no Rio por bala perdida doa os órgãos da criança

Cirurgia para retirada durou cerca de quatro horas.

Criança teve morte cerebral após ser baleada no sábado em Bangu.

Do G1 Rio
Familiares da menina Larissa de Carvalho, de 4 anos, que teve a morte cerebral após ser atingida por uma bala perdida em Bangu, Zona Oeste do Rio, neste sábado (17), decidiram doar os órgãos da criança. A cirurgia para retirada dos rins e das córneas da menina durou 4 horas, como mostrou o Bom Dia Rio.
O programa de transplante não divulgou o nome dos pacientes que vão receber a doação, segundo eles o sigilo é previsto na legislação. Eles disseram também que há uma parceria com o Hospital Pedro II, onde Larissa estava internada e que por isso a equipe do hospital cedeu o anestesista, para o acompanhamento do procedimento.
Mãe de Larissa chora a perda da filha (Foto: Reprodução / GloboNews)Mãe de Larissa chora a perda da filha
(Foto: Reprodução / GloboNews)
Após a perda da filha única, Mileni de Carvalho mal tinha forças para falar no domingo (18). Em entrevista à GloboNews, na porta do hospital para onde a filha foi levada, ela pediu pelo fim da "guerra" no Rio.
"Nada vai fazer a minha filha voltar para mim. Mas alguém faz alguma coisa para acabar com a guerra, para acabar com a violência, só isso", pediu a mãe, muito abalada. "A gente estava indo embora. Eu nem vi nada, nem escutei barulho. A minha filha estava caída e a gente achou ela tinha tropeçado. Aí viu que tinha saído sangue da cabecinha dela. Ela tinha só quatro aninhos".
A família andava com a criança na esquina das Ruas Boiobi e Rio da Prata, após sair de um restaurante onde foram pela primeira vez, quando ouviu um disparo. Logo em seguida, a criança foi atingida de cima para baixo pela bala perdida.
A Divisão de Homicídio da Polícia Civil investiga de onde partiu o tiro que atingiu a criança. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como “lesão corporal provocada por projétil de arma de fogo” na 34ª DP (Bangu).

Nenhum comentário:

Postar um comentário