piemonte fm

sábado, 31 de janeiro de 2015

Encontro reúne proprietários e apaixonados por carros antigos em CG; visitação é gratuita

Evento é realizado pelo Clube Antigos e Amigos CG, e acontece na Praça Coronel Antonio Pessoa, no Centro da cidade. Previsão é de que 100 carros estejam expostos ao público

Cidades | Em 30/01/15 às 22h45, atualizado em 30/01/15 às 22h55 | Por Halan Azevedo
Divulgação
Encontro ocorre no primeiro domingo de cada mês
Um encontro para proporcionar saudosismo nos mais velhos e conhecimento para as crianças e reunião das famílias. Esse é um dos objetivos do encontro de carros antigos, realizado sempre no primeiro domingo de cada mês, na cidade de Campina Grande.



O encontro é realizado pelo Clube Antigos e Amigos CG, e acontece na Praça Coronel Antonio Pessoa, no Centro da cidade. Na edição de dezembro, a última realizada pelo clube, cerca de 70 carros antigos, vindos de diversas cidades do estado, participaram do evento.

De acordo com Rodolfo Araújo, um dos coordenadores do evento, o encontro é gratuito e a população pode conferir de perto os carros que marcaram época. “O evento é gratuito e começa na manhã do primeiro domingo de cada mês. Em janeiro não realizamos o encontro por conta das férias, mas estamos voltando. Qualquer pessoa pode vir e observar de perto estas relíquias”, afirmou.

Outra intenção do encontro é manter viva a paixão pelos carros antigos na Paraíba. Segundo Rodolfo, a convivências entre as pessoas que gostam dos carros antigos vem crescendo com a realização dos encontros. “Queremos divulgar a cultura antigo mobilista em nossa cidade e trazer cada vez mais pessoas que gostem destes carros. A cada edição chegam novos participantes que são de todas as regiões da Paraíba”, disse.

A tradição de passar os carros de pai para filho é uma das marcas dos carros antigos. Segundo Rodolfo Araújo, a constante presença de crianças e idosos nos encontros faz com que a cultura dos carros antigos permaneça em evidência.

“Cada vez mais temos crianças que nunca viram estes carros e ficam maravilhadas com a beleza. Já os idosos lembram com nostalgia o tempo em que eram jovens e podiam ter estas máquinas em suas mãos. Essa é uma cultura que passa de pai para filho”, contou Rodolfo.

No encontro deste domingo a previsão é de cerca de 500 pessoas e 100 carros antigos estejam presentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário