piemonte fm

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Cães atuam em presídios e na captura de fugitivos

Em 2014, os animais adestrados da Companhia chegaram a realizar mais de 400 ações policiais, sendo 10 em missões do Exército

Polícia | Em 14/01/15 às 07h21, atualizado em 14/01/15 às 07h30 | Por Jornal Correio da Paraíba
Divulgação/ Wagner Varela
Cães estão em treinamento especial
Cinco dos 14 novos cães que chegaram à Companhia de Policiamento com Cães da Paraíba estão sendo submetidos a um treinamento especial, cujo objetivo é localizar celulares em presídios e criminosos fugitivos em matas. Em 2014, os animais adestrados da Companhia chegaram a realizar mais de 400 ações policiais, sendo 10 em missões do Exército.

O comandante da Companhia de Policiamento com Cães, capitão Deuslânio Menezes, informou que o Governo do Estado praticamente dobrou o número de animais no canil, possibilitando a inovação na segurança pública da Paraíba. “Temos, atualmente, 30 cães e 14 foram adquiridos só no ano passado. Três deles, da raça pastor belga, estão sendo adestrados para localizar celulares em presídios. E outros dois pastores serão especializados em encontrar criminosos escondidos em mata. Quando completarem um ano e meio de idade estarão prontos para essa inovação no combate”, afirmou.
De acordo com o capitão, o objetivo do trabalho desenvolvido pelo Canil da PM é complementar as ações de segurança pública. “Com o aumento da criminalidade e especialização dos criminosos, os profissionais da segurança pública têm que trabalhar com ferramentas que facilitem as ações policiais. E os cães fazem justamente isso”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário