piemonte fm

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Preso na Paraíba homem que responde a 72 processos por estelionato em 9 estados


Maurício Augusto se passava por funcionário do INSS do Distrito Federal e vendedor de plano de saúde

Polícia | Em 29/10/14 às 09h06, atualizado em 29/10/14 às 09h27 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ TV Web Cidade
Maurício Augusto foi preso em casa
Um homem natural do estado de São Paulo e que se passava por funcionário do INSS do Distrito Federal foi preso, nessa terça-feira (28), na cidade de Solânea, no Brejo do estado, acusado de aplicar golpes no município. Maurício Augusto Anieri, 41 anos, que também assinava como sendo Maurício Augusto Rodrigues da Costa, responde a 72 processos por estelionato e era procurado pela prática do crime em 9 estados brasileiros. Ele já cumpriu pena de três anos no Presídio do Roger, na Capital, pelo artigo 171. A prisão dele foi realizada por policiais da 2ª Companhia da PM.
De acordo com o delegado Titular de Solânea, Diógenes Fernandes, que comandou as investigações, há pouco mais de uma semana a Polícia Civil recebeu denúncias que um homem estava oferecendo um pacote de planos de saúde de uma grande empresa com um baixo custo. Devido à oferta, várias pessoas assinaram o contrato, pagaram cerca de R$ 5 mil e foram lesadas.
“Maurício Augusto dizia que o plano era por três anos e seria para até quatro pessoas. Vários contratos foram assinados e quando foram se consultar constataram que era um golpe. Como ele se passava por funcionário do INSS de Brasília, o acusado procurava as pessoas que contribuíam com órgão, conquistava a confiança delas dizendo que anteciparia o benefício”, afirmou Fernandes.
Conforme o delegado, o acusado realizou diversas compras no mercado local. “ Maurício utilizando identidade falsa comprou móveis, roupas e equipamentos eletrônicos. Ele estava se preparando para comprar um carro em João Pessoa. O acusado vivia uma vida de luxo para a realidade de interior”.
Após as denúncias, a justiça da cidade expediu um mandado de busca e apreensão. Durante buscas no apartamento alugado por ele, foram apreendidos tablets, celulares, roupas de gripe, cosméticos e móveis. Ao chegar na delegacia, foi comprovado que ele tinha dois mandados de prisão. “Ele responde a 72 processos por estelionato nos estados Bahia, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Os mandados de prisão são da Bahia e São Paulo”, confirmou o delegado, acrescentando que após a divulgação na imprensa mais de dez pessoas já prestaram queixa contra o estelionatário.
Maurício Augusto, que estava de mudança para outra cidade, foi levado para o presídio Vicente Claudino de Pontes, conhecido como ‘Presídio Velho’, da cidade de Guarabira, na mesma região. “Ele vai responder pelo crime de estelionato por ter lesado cinco pessoas em Solânea e após o cumprimento da pena deverá ser recambiado para São Paulo”, declarou Diógenes Fernandes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário