RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

RC nega terceirização na saúde pública da PB: “Falar é fácil, mas resolver a situação é comigo”


RC nega terceirização na saúde pública da PB: “Falar é fácil, mas resolver a situação é comigo”
Alvejado pelas críticas dos senadores e candidatos ao Governo da Paraíba, Vital do Rêgo (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) no debate de ontem (19), na TV Arapuan, principalmente por ser acusado de “terceirizar a saúde pública no Estado, o governador Ricardo Coutinho reagiu e avisou que apenas resolveu uma situação-problema, implantando a gestão pactuada no Estado.

O governador negou que a contratação da Cruz Vermelha fosse uma forma de terceirização e lembrou aos adversários que o PSDB, o PT e o próprio PMDB utilizam a gestão pactuada nos governos estaduais em todo o território brasileiro.

“Na verdade não é nenhuma terceirização, até mesmo porque o PMDB usa a gestão pactuada em todo o país, o PT e o PSDB também usam em todo país e aqui na Paraíba o que eu tinha era uma relação concreta com mais de dois mil servidores que recebiam como codificados e eu tinha que regularizar isso de alguma forma”, explicou.

Àquela época, conforme o governador, a realização de concurso público para o preenchimento das vagas no Hospital de Trabalho era inviável, visto que o estado tinha 58% da receita corrente líquida comprometida.

“Fazer o discurso é bom e é bacana, agora resolver a situação é comigo , todos falam, eu vou lá e faço”, disparou.

A resposta de Ricardo Coutinho às criticas dos adversários foi feita ainda ontem, durante debate na TV Arapuan, iniciado às 22h30 de ontem (19) e finalizado na madrugada de hoje, quarta-feira (20).

PB Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário