piemonte fm

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Margarida Maria Alves é a homenageada noTribunal de Justiça.

O calendário produzido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, referente ao ano de 2014, presta homenagem às mulheres que fizeram história no cenário político, social e cultural paraibano. Na parte superior esquerda de cada folha do bloco, consta a foto e um pequeno histórico das homenageadas de cada mês do ano. A sindicalista Margarida Maria Alves é a homenageada de julho.
Sindicalista dedicada à lauta pelos direitos dos trabalhadores rurais, Margarida Maria Alves nasceu no dia 5 de agosto de 1933, na município de Alagoa Grande. Ela foi uma sindicalista e defensora dos direitos humanos brasileiros.
Durante o período em que esteve à frente do sindicato local de sua cidade, foi responsável por mais de cem ações trabalhistas na justiça do trabalho regional, tendo sido a primeira mulher a lutar pelos direitos trabalhistas no estado da Paraíba durante a ditadura militar.
Por sua luta, foi vítima da violência, sendo assassinada na porta de casa, em Alagoa Grande, no dia 12 de agosto de 1983. Postumamente, recebeu o Prêmio Pax Christi Internacional em 1988. Todos os anos, na semana que antecede o dia 12 de agosto, na cidade de Alagoa Grande, a população traz à tona a memória da sindicalista, que foi a precursora feminina na Paraíba na defesa dos direitos dos trabalhadores do campo.
Por Valter Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário