sexta-feira, 14 de março de 2014

Empresária paraibana que morreu na Jamaica será sepultada nesta sexta em Campina

Diana Almeida morreu durante um cruzeiro na América Central, com meningite bacteriana; corpo foi liberado dois dias depois do falecimento, mas só pode ser enviado ao Brasil nesta sexta-feira
Cidades | Em 14/03/14 às 07h29, atualizado em 14/03/14 às 07h37 | Por Redação
Reprodução/Instagram
Diana era empresária
O corpo da empresária paraibana Diana Almeida, 67 anos, será sepultado no final da tarde desta sexta-feira (14) no cemitério Campo Santo Parque da Paz, em Campina Grande, a 125 km de João Pessoa. A informação foi confirmada pela família.
Segundo os parentes, haverá também uma missa de corpo presente, programada para começar às 16h.
Segundo apurações médicas, ela morreu com meningite bacteriana após uma infecção no ouvido, no dia 6 de março, quando se sentiu mal em um cruzeiro pela América Central. Diana chegou a ser atendida em um hospital jamaicano, mas não resistiu aos sintomas da doença e faleceu.

Leia também:

Corpo de paraibana deve ser liberado na terça-feira; empresária morreu durante cruzeiro na Jamaica

Morte de empresária da PB em cruzeiro alerta para risco de doenças contagiosas em viagens

Apesar de ter sido liberado dois dias depois do falecimento, o corpo só foi enviado para o Brasil nessa quarta-feira (12), devido aos procedimentos burocráticos junto ao Consulado Brasileiro na Jamaica, e chegou à Paraíba na madrugada desta sexta-feira (14).
Outras 200 pessoas estariam no navio, sendo 30 delas parentes da vítima. Todas precisaram de acompanhamento médico antes da volta para o Brasil, de forma que não houvesse riscos de contaminação.
Diana era esposa do ex-secretário do Estado Arlindo Almeida, que também foi superintendente do Sebrae. Ele não estava acompanhando a esposa durante a viagem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário