piemonte fm

sábado, 14 de maio de 2016

Saúde em Alagoa Grande foi o tema do Comando do Povo


A partir do dia 09 de abril, o programa "Comando do Povo", mediado por Sátiro Ayres na Piemonte FM, começou a abordar o tema SAÚDE e todas as questões relacionadas a essas problemáticas que rodeiam a população de Alagoa Grande atualmente. A proposta foi de abrir o espaço para que o povo fizesse as devidas participações e dentre elas pode-se acompanhar cobranças, reclamações, reivindicações, revolta, insatisfação e relatos. Como forma de trabalho dinâmico, o locutor Sátiro realizou a programação de dentro da residência dos ouvintes D.Adriana e de seu esposo Pezão, como é mais conhecido. O casal reside na Rua do Jardim, dentro da comunidade do Morro do Cruzeiro, deixando assim de forma livre e visível aos moradores do local que a pauta era inteiramente aberta a qualquer participação.

Em relação aos problemas da saúde, a comunidade do Morro do Cruzeiro também incluiu questões de estrutura no debate E deixaram claro que o posto de saúde que devia funcionar naquela localidade está inacabado, com a estrutura coberta pelo mato, onde consequentemente os moradores que necessitem do PSF (Programa Saúde da Família) terem que recorrer ao PSF da Rua da Glória.

A professora Renolda Montenegro ligou para o programa e fez queixas do atendimento do hospital da cidade. Um senhor de 70 anos da sua família estava doente e vomitando há dois dias na madrugada da última quinta-feira (12), e segundo ela, no momento em que buscou o atendimento do hospital, apenas uma enfermeira se dirigiu até o paciente onde através de relato levou os sintomas até o médico plantonista que prescreveu a aplicação de uma injeção sem ao menos consulta-lo pessoalmente. “Não passaram soro pra ele. Não sei quem era o médico pois não cheguei se quer a vê-lo. Ele não examinou o paciente. Isso é um absurdo!” Conclui Renolda.

Já é comprovado inúmeros casos de "Zika" e "Chikungunya" no município, e quando o tema pertinente entrou em pauta, rapidamente o programa atendeu moradores que foram vítimas da doença. A exemplo da ouvinte Maria do Carmo que também disse ter recorrido ao hospital local na semana passada com a "Chikungunya" e a instituição não possuía medicamento para atender a comunidade. Após o relato, a cidadã questionou: “Gostaria de saber se o gestor tem alguma posição sobre a saúde, pois está um caos.”

O programa contou com participações não só de moradores da cidade, como também dos cidadãos residentes no distrito de Zumbi, como é o exemplo de Carlos que afirma que há um mês está sem médico no seu distrito e que quando recorre ao hospital da cidade, mandam-no procurar o posto de saúde da sua comunidade que segundo ele só possui enfermeiros.

Ao que parece, o "Comando do Povo" pretende seguir com esse viés mais dinamizado e provocativo, tratando sempre de um tema diferente por semana sobre o município de Alagoa Grande. O locutor Sátiro Ayres disse em entrevista que está se sentindo satisfeito com os resultados até então. “O programa foi proveitoso demais, notei que as pessoas demonstram sua insatisfação. Acho que começamos bem com o tema SAÚDE e ainda temos muito o que explorar a respeito”. Para ele, a participação dos pré-candidatos da cidade e dos vereadores seria bem-vinda sempre e até mesmo
interessante de certa forma para o povo, como também torce que os conterrâneos participem cada vez mais dessa proposta. Contudo, parece que a equipe da Piemonte FM conseguiu satisfazer a seus ouvintes, não só com a proposta discursiva, como também através de premiações aos participantes. “Tudo ocorreu tranquilo! Conseguimos fazer alguns sorteios, incluindo o de três vale compras no valor de 100 reais, doados pela Kratos Serve Bem e esperamos continuar nesse ritmo.” Finaliza Sátiro.

Fonte: Tamyres Dysa

Nenhum comentário:

Postar um comentário