piemonte fm

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Médico é preso na sede do IPC em JP tentando tirar RG com documentos falsos

Segundo delegado, médico responde a processo por estelionato nos estados do Rio Grande do Norte, Goiás e no Distrito Federal, além da cidade de Patos-PB

Polícia | Em 05/05/16 às 17h43, atualizado em 05/05/16 às 20h31 | Por Hyldo Pereira
Divulgação/Secom-PB
Central de Polícia em João Pessoa
Um médico oftalmologista, 45 anos, natural da cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, foi preso nesta quinta-feira (5), em João Pessoa, suspeito de estelionato. Com ele, os policiais da Delegacia de Defraudações apreenderam documentos falsos. O profissional da saúde responde a processos por estelionato em três estados e em Patos (PB).

Ao Portal Correio, o delegado de Defraudações de João Pessoa, Lucas Sá, explicou que o médico era investigado há dois meses depois que o Instituto de Polícia Científica (IPC) da Capital comunicou à DDF sobre uma pessoa que estaria tentando tirar um RG com documentos falsos.
“O suspeito usou documentos falsos para tirar um RG no IPC. Os peritos constataram a fraude e comunicaram a gente. Começamos a investigar e identificamos que o médico seria o beneficiado. Encontramos três identidades falsas, duas contas correntes que movimentava altas quantias”, disse o delegado.
Lucas Sá informou que o médico é proprietário de clínicas e um hospital em Patos. Ele responde a processo por estelionato nos estados do Rio Grande do Norte, Goiás e Distrito Federal, além da cidade de Patos-PB. A mãe do suspeito foi detida para prestar esclarecimentos. “A mãe do médico está detida até que o IPC constate se os documentos pessoais dele são verdadeiros. Caso contrário, ela ficará presa”, explicou o delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário