piemonte fm

terça-feira, 15 de março de 2016

Criança ferida em tiroteio que matou adolescente segue internada na PB

Menino de 5 anos segue internado nesta terça-feira em estado regular.

Tiroteio em Bayeux, no domingo, deixou duas pessoas mortas.

Do G1 PB
02:01
03:12
01:28
O menino, de 5 anos, baleado durante um tiroteio no Centro de Bayeux na noite de domingo (13), seguia internado no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa até o início da manhã desta terça-feira (15). Conforme boletim médico divulgado pela assessoria do hospital, a criança segue sob observação do setor de ortopedia em estado de saúde considerado regular.
A criança foi baleada juntamente com a irmã, uma adolescente de 12 anos, e um ex-presidiário, de 22 anos, em um tiroteio no Centro de Bayeux, na região da Grande João Pessoa. Segundo informações da polícia, um homem em uma motocicleta preta se aproximou e atirou várias vezes contra o ex-presidiário, que bebia com os amigos em uma casa ao lado de onde os dos irmãos moravam.
Os tiros atingiram a adolescente no tórax e a criança na perna. O ex-presidiário foi baleado duas vezes. Tanto a adolescente, quanto o ex-presidiário morreram no Hospital de Trauma na segunda-feira (14). O enterro de Adrielly Vitória do Nascimento, de 12 anos, ocorreu na tarde de segunda, no cemitério da Nossa Senhora da Boa Morte, em Bayeux.
Alex dos Santos, pai de Adrielly e do menino que continua internado, lamentou a tragédia. “Infelizmente minha bichinha, minha princesa, não volta mais. Por incompetência do mundo do crime”, comentou. Os dois irmãos brincavam na rua, quando o tiroteio foi iniciado. O ex-presidiário, alvo dos tiros, havia sido preso pelo crime de homicídio, segundo a Polícia Civil. Por conta da morte da garota, a escola estadual onde ela estudava, suspendeu as aulas por luto.
Pedro Ivo Soares adiantou que polícia já tem uma linha de investigação e possíveis suspeitos do crime. Ele pediu que a população que ajudasse a polícia por meio do disque-denúncia, 197. “Trabalhamos com informação, os policiais em estão em campo fazendo buscas, mas qualquer informação mais relevante de alguma testemunha pode ajudar a acelerar a prendermos os culpados. As informações podem ser dadas anonimamente”, completou. Até esta terça-feira (15), nenhum suspeito tinha sido localizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário