piemonte fm

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Presidente do PT da Paraíba tem carro atacado por vândalos contrários a Dilma e acredita em crime político


Presidente do PT da Paraíba tem carro atacado por vândalos contrários a Dilma e acredita em crime político
 O presidente do PT da Paraíba, Charliton Machado está acusado alguns radicais contrários a presidente Dilma Rousseff (PT), de promoverem ataques na Paraíba. Através de sua conta no facecebok, o petista divulgou por volta do meio-dia de ontem que seu veículo, uma caminhonete preta, foi alvo de vandalismo no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFCG).

O dirigente, que também é professor, estava trabalhando e só percebeu os danos causados ao carro quando já se preparava para sair do campus. Segundo ele, o ataque foi motivado por "facismo" já que os vidros foram quebrados e os adesivos de apoio a Dilma Rousseff (PT) arrancados, mas nenhum pertence levado.

O presidente do PT postou nas suas redes sociais fotos e um texto onde repudia o vandalismo e o ódio despregado neste ato que avalia como sendo de intolerância política. Hoje à tarde, ele vai prestar queixa do ocorrido, mas adiantou que não há testemunhas do fato

"O ódio fascista não tem limites e assusta a democracia até mesmo nos ambientes das universidades públicas brasileiras. Fui surpreendido neste instante com o vidro do meu carro quebrado e o adesivo "Tô com a Dilma" rasgado, no estacionamento da UFPB. O mais triste é perceber que não se trata mesmo de um crime de furto, pois, nem levaram o som do carro, nem minha bolsa com a carteira e documentos. O ódio era contra o PT, por conseguinte, a constatação de mais um ato de intolerância política!", narrou Charliton em seu Facebook. 

PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário