piemonte fm

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Marcha das Vadias é neste sábado, em memória a mulher raptada em JP e morta em Goiana


Evento foi transferido do Centro para os Bancários, bairro em que duas mulheres e uma criança foram raptadas e levados para Goiana (PE), onde foram estupradas e uma delas foi assassinada

Cidades | Em 21/08/15 às 06h54, atualizado em 21/08/15 às 06h55 | Por Redação
Nalva Figueiredo (Jornal Correio da Paraíba)
Edição 2015 ocorre nos Bancários, em João Pessoa
A Marcha das Vadias de João Pessoa ocorre neste sábado (22), a partir das 14h (horário da concentração), na Praça da Paz, no bairro dos Bancários. O evento, que se concentrava no Centro, mudou parta o bairro da Zona Sul para se solidarizar com o caso de rapto e estupro que começou nos Bancários e acabou em Goiana (PE) com uma mulher assassinada e outras duas pessoas feridas, em junho deste ano.



De acordo com a organização, a Paraíba seria o sétimo estado do ranking nacional de homicídios femininos, contabilizando, só em 2015, 49 assassinatos.

Com tema 'A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer', a quarta edição na Capital convoca a sociedade para marchar contra o machismo e em memória de todas as mulheres mortas pela violência.

O movimento surgiu em 2011, no Canadá, após uma onda de estupros ocorridos na Universidade de Toronto, quando um policial sugeriu que as mulheres poderiam evitar os estupros caso “não se vestissem como vadias”. A chamada Slut Walk, então, resolveu ressignificar o termo “vadia” e questionar a cultura machista de culpabilização da vítima nos casos de violência sexual. O evento também ocorre em várias partes do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário