piemonte fm

sábado, 30 de maio de 2015

Professor é morto na Grande JP e suspeito é preso; rixa pode ter motivado crime

Familiares da vítima prestariam depoimento na Central de Polícia de João Pessoa, para onde o suspeito pelo crime também foi conduzido; homicídio repercutiu nas redes sociais

Polícia | Em 29/05/15 às 21h14, atualizado em 29/05/15 às 23h16 | Por Redação
Reprodução/Instagram/moficorreio
Sieegbert atuava em academias e era professor concursado
O professor de educação física Sieegbert Isídio de Farias, de 31 anos, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (29), no bairro de Tibiri, município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, o fato ocorreu em via pública e a vítima foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro, onde veio a falecer. Um suspeito pelo crime foi detido.


De acordo com o tenente-coronel Júlio Cesar, comandante da Companhia de Polícia Militar de Santa Rita, a família da vítima suspeita de rixa com o suspeito preso, que seria um possível desafeto do professor.

“A família já se encaminhou para relatar o fato à Polícia Civil”, disse o tenente-coronel. Ele informou que o caso foi encaminhado para a delegacia de Homicídios de João Pessoa, na Central de Polícia, onde seria investigado. O preso já estava na instituição, onde também prestaria depoimento.

Profissionais da UPA de Tibiri não tinham autorização para revelar detalhes do atendimento ao professor, mas disseram que o corpo seria direcionado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal de João Pessoa.
Em contato com o Portal Correio, um irmão da vítima contou que Sieegbert atuava como educador físico em academias de ginástica e era professor concursado do Estado. 
O crime repercutiu nas redes sociais, onde internautas e pessoas que conheciam o professor lamentaram e se solidarizaram com a família.

A usuária do Instagram @wennyafernanda disse: “Que mundo é esse Senhor? Um homem tão brincalhão, melhor professor de Educação Física. Espero que a justiça seja feita! Meus pêsames à família.”

O internauta @mumanet também elogiou a vítima: “Um ótimo profissional, grande amigo, pessoa do bem, foi um grande professor. Sempre querido, lembrado até hoje pela pessoa que foi. Onde quer que esteja meu amigo, Deus estará com você.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário