piemonte fm

quarta-feira, 13 de maio de 2015

PB tem cerca de 52 mil pessoas em banco de doadores de medula óssea

Número é considerado bom, mas precisa aumentar, segundo Hemocentro.

Chance de compatibilidade é de uma em cem mil no Brasil.

Diogo AlmeidaDo G1 PB
O banco de voluntários de doadores de medula óssea na Paraíba possui, atualmente, cerca de 52 mil pessoas cadastradas, de acordo com os dados do Hemocentro da Paraíba. Segundo a coordenadora do Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro da Paraíba, Crisemy Benício, apesar do número ser considerado bom, é necessário que mais pessoas se cadastrem devido à dificuldade em haver a compatibilidade.
Segundo o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), quando um paciente é diagnosticado e precisa de transplante, é feito primeiro uma triagem na família, onde 25% de chances de existir alguém compatível. Quando não há compatibilidade, é necessário procurar um doador compatível no cadastro do Redome, onde há, em nível nacional, a proporção de uma medula compatível em cem mil. “Já existe um percentual muito difícil, portanto quanto mais pessoas se cadastram, mais chances de compatibilidade teremos”, explicou Crisemy.
A coordenadora explica que uma vez que um voluntário se cadastra como doador, ele pode doar várias vezes na vida, até os 60 anos, e ressalta sobre a importância de manter os dados cadastrados e de só se cadastrar quando realmente tiver o desejo de ser doador. “Já houve casos em que os doadores passaram na primeira triagem de compatibilidade e de de última hora desistiram, alegando não estarem preparados”, disse.
Crisemy acredita que muitas pessoas não se cadastram por ter medo ou por desconhecer o processo de cadastro e do próprio transplante da medula óssea. “Muita gente confunde o transplante da medula óssea com o da medula espinhal, mas são coisas diferentes. A medula óssea é um tecido líquido que corre dentro da cavidade dos ossos, enquanto que a medula espinhal é um tecido nervoso que fica na coluna vertebral. No transplante de medula óssea em nenhum momento a pessoa vai passar por algum procedimento na coluna”, comenta.
Sobre o processo de transplante, segundo o Redome, é um procedimento feito em centro cirurgico sob anestesia e requer internação de no mínimo 24 horas. Nos primeiros dias pode acontecer um desconforto localizado que pode ser amenizado com o uso de analgésicos. Normalmente, os doadores retornam as atividades habituais após a primeira semana.
Cadastro é simples e rápido (Foto: Reprodução / TV TEM)Cadastro é rápido e exige apenas a coleta de uma
amostra de sangue (Foto: Reprodução / TV TEM)
Como se cadastrar
Para se cadastrar como doador, o voluntário precisa ter entre 18 e 55 anos incompletos e procurar o hemocentro ou hemonúcleo mais próximo de casa com um documento de indentificação com foto. Em seguida, será agendada uma entrevista para que seja montado um banco de dados do voluntário e uma amostra de sangue de cerca de 10 ml é colhida para que seja feita a tipagem das características genéticas importantes para a seleção de um doador.
Após o cadastro, os dados do doador são inseridos no banco do Redome e sempre que surgir algum novo paciente, a compatibilidade é verificada. Caso seja confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação e, em caso de aceitação, outros exames serão feitos antes do transplante ser efetivado.
  •  
CONFIRA OS LOCAIS PARA SE CADASTRAR COMO DOADOR NA PARAÍBA
Hemocentro da ParaíbaHemocentro de Campina Grande
Av. Dom Pedro II, 1119, Torre
João Pessoa - PB
Fone: (83) 3218-7600
Rua Eutécio Vital de Ribeiro, S/N, Catolé
Campina Grande - PB
Fone: (83) 3310-7130
Hemonúcleo de PiancóHemonúcleo de Monteiro
Rua Luiz R. Ferreira, S/N, Ouro Branco
Piancó - PB
Fone: (83) 3452-2733
Rua Epaminondas Azevedo, S/N, Centro
Monteiro - PB
Fone: (83) 3351-2201
Hemonúcleo de PicuíHemonúcleo de Patos
Rua Lázaro J. Estrela, S/N, Monte Santo
Picuí - PB
Fone: (83) 3371-2554 Ramal 203
Rua Juvenal Ledo, S/N, Belo Horizonte
Patos - PB
Fone: (83) 3421-4918
Hemonúcleo de ItaporangaHemonúcleo de Cajazeiras
Rua Oswaldo Cruz, S/N, Centro
Itaporanga - PB
Fone: (83) 3451-3819
Rua José de Alencar, S/N, Centro
Cajazeiras - PB
Fone: (83) 3531-5862
Hemonúcleo de GuarabiraHemonúcleo de Catolé do Rocha
Av. Prefeito João P. Filho, 447, Centro
Guarabira - PB
Fone:(83) 3271-3610
Av. Castelo Branco, 309, Batalhão
Catolé do Rocha - PB
Fone: (83) 3441-2281
Hemonúcleo de Princesa IsabelHemonúcleo de Sousa
Rua Alameda das Acácias, S/N, A. Cascavel
Princesa Isabel - PB
Fone: (83) 3457-2826
Rua José Facundo de Lima, S/N, Bancários
Sousa - PB
Fone: (83) 3522-2774 Ramal 234

Nenhum comentário:

Postar um comentário