piemonte fm

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Bando usa ambulância e rouba R$ 500 mil de carro-forte na PB; vídeo mostra fuga dos bandidos

Segundo o major Gilberto Felipe, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, o dinheiro já foi recuperado e um dos assaltantes foi preso

Polícia | Em 29/05/15 às 10h19, atualizado em 29/05/15 às 12h07 | Por Hyldo Pereira
Reprodução/ WhatsApp
Dinheiro que foi roubado no carro-forte
Uma quadrilha armada com fuzis roubou um malote contendo R$ 500 mil com dinheiro de vigilantes de um carro-forte na manhã desta sexta-feira (29), em Campina Grande, no Agreste do estado. Houve troca de tiros e um dos assaltantes foi preso e o dinheiro recuperado.Há informação de que duas pessoas foram atingidas por bala perdida. Os feridos foram levados para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, conforme a assessoria de imprensa da unidade.Veja abaixo vídeo do momento da fuga.

Segundo o major Gilberto Felipe, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, os suspeitos chegaram em uma ambulância e interceptaram o carro-forte quando o veículo parava em frente do banco.
“Os assaltantes estavam fortemente armados e renderam os vigilantes do carro-forte em frente do Bradesco. O grupo fugiu em veículo Toyota Corola e em um Renalt e abandonou a ambulância no local contendo munições. Várias viaturas da Polícia Militar foram acionadas e cercaram as saídas de Campina Grande”, disse o major.
O comandante disse que houve perseguição pelas principais ruas da cidade e um dos assaltantes foi baleado durante troca de tiros. “Foi uma ação rápida e ousada. O assaltante ferido estava com o malote contendo R$ 500 mil em espécie.”, falou. A Polícia Militar ainda afirmou que o carro usado pelos assaltantes foi roubado. Segundo o sargento Noaldo, que participou da ação, os veículos usados no crime foram abandonados pelos assaltantes.  
A assessoria do Bradesco informou que a agência funciona normalmente nesta sexta. Nenhum funcionário da empresa de valores se feriu. As autoridades policiais seguem em diligências para identificar os suspeitos.
Veja vídeo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário