piemonte fm

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Trio é preso em JP suspeito de aplicar golpe na venda de passagens aéreas e compras na internet

Segundo Walter Brandão, delegado titular da Roubos e Furtos de João Pessoa, prejuízo causado às vítimas chega a quase R$ 500 mil

Polícia | Em 22/04/15 às 08h57, atualizado em 22/04/15 às 09h09 | Por Hyldo Pereira
Divulgação/ Walter Brandão
Polícia diz que Zilda comandava os golpes
Vender passagens áreas nacionais e internacionais com um custo baixo por meio de programas de milhagem e comprar na internet. Esses eram os dois tipos de golpes aplicados por duas mulheres e um homem que foram presos nessa terça-feira (21), em João Pessoa, pela Polícia Civil da Paraíba. O prejuízo causado às vítimas chega a quase R$ 500 mil.

Segundo Walter Brandão, delegado titular da Roubos e Furtos de João Pessoa, há 3 meses, dezenas de pessoas prestaram queixa na delegacia informando que compraram passagens áreas para Portugal, mas o bilhete não foi emitido.
“Até o momento 30 pessoas compareceram na delegacia vítimas do golpe. O caso ocorria da seguinte forma: as suspeitas se passagem por agentes de turismo e vendiam às passagens áreas – em sua maioria para Portugal – com um preço atrativo na internet. As pessoas compravam o bilhete repassando dados pessoais e o número do cartão de crédito. A passagem era ‘confirmada’ e debitada no cartão, mas sendo que era tudo um golpe. Com o número do cartão em mãos, o grupo realizava diversas compras na internet”, explicou o delegado.
Ainda segundo Brandão, o homem preso é funcionário de uma agência de turismo de João Pessoa e repassava informações para uma das mulheres, que chefiava o esquema criminoso. “Francisco de Assis repassava os dados para Zilda Maria do Nascimento que comandava o golpe. Ela abriu uma empresa de turismo de fachada para cometer os crimes. Zilda responde a processos pela mesma prática em outros estados”, disse.
O trio foi preso nos bairros de Manaíra, Bessa e Mangabeira. Notebooks, Ipad e celulares foram apreendidos. Provas dos golpe foram encontradas nos equipamentos. Os suspeitos confessaram o crime. 
As duas mulheres serão levadas para a Penitenciária Feminina Julia Maranhão e o homem para a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o presídio do Roger, ambas instaladas em João Pessoa.O trio vai responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário