piemonte fm

domingo, 15 de março de 2015

Protestos esperam cerca de 10 mil em JP e CG e têm policiamento reforçado

Outras 200 cidades brasileiras também vão reunir pessoas para protestar contra o aumento de impostos, a corrupção e pedir o impeachment da presidente; na Paraíba, movimentos estão programados para ocorrer em João Pessoa e Campina

Cidades | Em 14/03/15 às 17h53, atualizado em 14/03/15 às 17h54 | Por Halan Azevedo
Reprodução/Google Street View
Busto deve concentrar manifestantes em João Pessoa
Neste domingo (15), mais de 200 cidades brasileiras esperam reunir milhares de pessoas para participar de um movimento que pede desde a revogação do aumento de impostos, o fim da corrupção e até o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Na Paraíba, João Pessoa e Campina Grande vão promover atos que, juntos, devem reunir cerca de 10 mil pessoas, de acordo com páginas em redes sociais sobre as manifestações.
Leia também: * Dilma considera protestos naturais, mas não aceita pedidos de impeachment
Em João Pessoa, a manifestação vai ocorrer a partir das 15h, no Busto de Tamandaré, orla da Capital, e tem a previsão de reunir cerca de 5,1 mil pessoas, conforme uma das páginas no Facebook que anunciam o movimento.
Para garantir a segurança, o assessor da Polícia Militar, major Cristovão Lucas, informou que a PM vai estar presente durante as manifestações com um esquema de segurança na orla.
“Estaremos em locais estratégicos para uma possível intervenção, mas acreditamos e conclamamos as pessoas que irão participar que se comportem adequadamente e façam o seu protesto, se manifestem conforme a constituição federal garante, mas que façam dentro dos limites da lei, porque a Polícia Militar vai estar para dar o apoio que for necessário”, afirmou o major.
Mesmo com a manifestação ocorrendo em um local de movimentação intensa, a assessoria de comunicação da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) informou que não vai montar um esquema especial de trânsito para a área, mas que estará pronta caso haja necessidade de auxílio ao trânsito.
Já em Campina Grande, o ato esta marcado para começar às 14h, na Praça da Bandeira, Centro da cidade e espera reunir cerca de 4 mil pessoas, segundo consta na página do movimento no Facebook.
De acordo com o major Gilberto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, a PM vai estar presente durante toda a manifestação para garantir a segurança das pessoas. “A PM estará presente para manter a segurança do cidadão que vai se manifestar pacificamente e das pessoas que não participam”, disse.
Com relação ao trânsito, o supervisor de trânsito da Superintendência de Trânsito e Transporte Público de Campina Grande (STTP), Lenildo de Sousa, o órgão vai disponibilizar equipes para garantir a fluidez do trânsito caso os manifestantes resolvam circular por ruas da cidade.
“Estaremos com equipes mobilizadas estrategicamente no local da manifestação e prontos para qualquer intervenção. A principio vamos apenas observar, mas se houver necessidade iremos auxiliar o transito”, falou Lenildo de Sousa.
Em todo o Brasil, a previsão é de que as manifestações reúnam cerca de 1,4 milhão de pessoas, de acordo compáginas em redes sociais que chamam para a participação nos eventos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário