piemonte fm

quinta-feira, 19 de março de 2015

PB já registra chuvas no Dia de São José e previsão é de que mais precipitações atinjam o interior

No Dia de São José, agricultor prepara terra esperando inverno bom; crença diz que se não chover até esta data, ano será ruim para safra e colheitas

Cidades | Em 19/03/15 às 07h46, atualizado em 19/03/15 às 07h54 | Por Redação, com Jornal Correio da Paraíba
Reprodução/Instagram/Emerson Machado
Chuvas podem ser moderadas na PB
Mesmo enfrentando o quarto ano consecutivo de estiagem, o agricultor paraibano não perde a fé em Deus e acredita que o Dia de São José, comemorado nesta quinta-feira (19), possa ser o anunciador de chuvas nas regiões mais necessitadas do estado, a exemplo do Sertão e Cariri.

A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) informou que chuvas fracas já foram registradas em algumas localidades do Litoral Norte, Sertão e Cariri, e a previsão é de que mais precipitações aconteçam no interior do estado durante o dia. Segundo o meteorologista Alexandre Magno, no entanto, as chuvas devem ter intensidade variada entre fraca e moderada. “Já chove em alguns outros estados do Nordeste, como Pernambuco e Piauí, e a previsão é de que até as 14h a chuva chegue aqui na Paraíba. É esperado que chova no Sertão e Cariri, mas as precipitações devem ser fracas ou moderadas”, disse, ao Portal Correio.
Conforme a crença dos agricultores, quando uma localidade não recebe chuvas até o dia de São José é sinal de que o ano não será bom para a colheita. Quando acontece o contrário, os agricultores crêem que o ano será abençoado com mais chuvas e as safras serão satisfatórias.
A meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, explica o fundamento científico da crença popular do Dia de São José: “A relação existente entre o dia de São José e esse período de 15 a 31 de março é o sistema meteorológico chamado zona de convergência intertropical, que pode atuar nesta época e ocasionar as chuvas no semiárido nordestino na segunda quinzena do mês de março, coincidindo então com o dia do santo. No entanto, não é que este único dia irá dizer se o ano será de chuva ou não, até porque a previsão da Aesa já foi feita e é de chuvas irregulares para todo o Estado”.
No distrito de São José da Mata, a 6 km da cidade de Campina Grande, no Agreste, o agricultor Francisco de Assis Oliveira, 51 anos, conta que, todo dia 19 de março, ele acorda antes do nascer do sol para observar as condições climáticas e se o ano será satisfatório para a safra e a colheita. Seu Francisco é dono do Sítio Campo de Angola e diz que está animado e que seu conhecimento prático confirma que o Dia de São José, padroeiro da localidade, é quem dita se o ano será bom de inverno e favorável à agricultura. 
“Pode ver, o milho está plantado no roçado já faz oito dias. Plantei mesmo no seco, na terra fofa, porque acredito que meu Deus não esqueceu da gente e irá mandar muita água. O milho plantado hoje, Dia de São José, a gente vai comer na fogueira de São João”, disse o agricultor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário